maratona 

Douglas Galante investiga se pode haver vida fora da Terra

Paulistano é chefe da 'Garatéa', primeira missão brasileira à Lua

19mar2018_11h57
FOTO: ARQUIVO PESSOAL
FOTO: ARQUIVO PESSOAL

O cientista Douglas Galante é um dos convidados da Maratona Piauí Serrapilheira.

Pesquisador do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, na área de astrobiologia e ciências planetárias, Galante é o líder da missão Garatéa, que pretende lançar um pequeno satélite à órbita da Lua em 2021.

O objetivo da primeira missão lunar brasileira é entender como o ambiente espacial afeta os micro-organismos e conduzir experimentos científicos que irão testar as condições para a existência de vida no sistema solar.

Na Maratona Piauí Serrapilheira, Galante falará sobre como poderá usar o Sirius – o maior acelerador de partículas do Brasil, que está sendo construído em Campinas e deve entrar em operação este ano –  em suas pesquisas para entender a origem da vida na Terra e os sinais que podem indicar sua existência em outros planetas.

Douglas Galante recebeu apoio do Instituto Serrapilheira para estudar ambientes terrestres análogos aos de Marte. Os resultados da pesquisa ajudarão a desenvolver técnicas para a procura de vida no planeta vermelho.

Conheça mais o trabalho do astrobiólogo no dia 12 de maio, no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro.

Assinantes piauí, associados ao Instituto Serrapilheira, bolsistas de centros de pesquisa, estudantes e professores pagam meia-entrada.

O ingresso inclui almoço e pode ser parcelados em até 10 vezes no cartão de crédito.

Leia Também

Relacionadas Últimas

Tasso Azevedo falará sobre mudanças climáticas

O engenheiro florestal discutirá a contribuição do Brasil para o aquecimento global e novas tecnologias para o monitoramento ambiental

Antonio Coutinho encerra a programação de encontros entre jornalistas e cientistas

O médico imunologista é um dos cientistas portugueses com maior número de citações na literatura científica

Adriana Alves estuda os vulcões extintos no Brasil

A geóloga falará sobre como a atividade vulcânica pode ter afetado o clima global e as formas de vida em nosso território

A falta de água é o alvo do trabalho de Marcia Barbosa

Pesquisadora gaúcha vem falar sobre as possíveis aplicações de seu estudo e sobre a desigualdade de gênero na ciência

Ingressos à venda

Estudantes e professores universitários pagam meia-entrada e assinantes piauí têm desconto

Saiba primeiro sobre os nossos eventos

Receba as novidades do Festival Piauí GloboNews de Jornalismo de 2018 e dos próximos projetos da piauí

Saiba como foi cada mesa da Maratona Piauí Serrapilheira

Vida, vulcões, clima, água e gestão da ciência: cinco grandes cientistas falaram sobre suas áreas de pesquisa

Jornalistas e divulgadores entrevistarão os pesquisadores convidados

Conheça os mediadores do evento que acontecerá dia 12 de maio, no Rio de Janeiro

Adriana Alves estuda os vulcões extintos no Brasil

A geóloga falará sobre como a atividade vulcânica pode ter afetado o clima global e as formas de vida em nosso território

Mais textos