“Caixa dois é apenas a soma de dois caixas um”, desmistifica Gilmar Mendes

15mar2017_09h51

BRASÍLIA – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, afirmou nesta terça-feira que a discussão sobre financiamento ilegal de campanha “não cabe em caixinhas”. “Temos que desmistificar a questão. Tirar dela todo incenso, todos os cristais e todos os duendes”, conclamou. “Numa chapa presidencial, por exemplo, o candidato a presidente tem um caixa e o vice tem outro. É natural que seja assim. Instados a apontar em qual caixa pretendiam depositar suas contribuições, os empresários frequentemente responderam: ‘Nos dois’. Não à toa, ao longo do tempo, o termo ‘caixa dos dois’ foi se simplificando até virar ‘caixa dois’.”

A reboque dos esclarecimentos feitos por Mendes, muitas bancadas do Congresso se articulam para apresentar pacotes de desmistificação de pautas como trabalho escravo, abuso do poder econômico, desmatamento e latrocínio.