Aécio Neves é flagrado tentando converter inquéritos da lista de Fachin em milhagem

12abr2017_15h15

VARIG – A movimentação em Brasília no dia seguinte à divulgação da lista de inquéritos solicitados pelo STF foi intensa. Atordoados, alguns políticos ainda tentavam encontrar um lado positivo no escândalo.

No início da tarde, Aécio Neves – recordista em número de menções na lista de Fachin – foi flagrado entrando na agência de turismo Tudo a Jato. Segundo o gerente do estabelecimento, o senador mineiro quis saber se não era possível converter cada inquérito numa passagem de ida e volta entre Cláudio e Nova York.

Já Romero Jucá, que compartilha a pole position com Neves, anunciou o lançamento de um livro de citações. Na obra, Jucá pretende intercalar trechos em que é mencionado nos autos da Lava Jato a “pílulas de sabedoria” e discursos motivacionais.