URGENTE: Congresso aprova emenda constitucional para Eduardo Cunha pedir música no Fantástico

18maio2017_19h27

PROJAB (PROJETO JABURU) – “Prioridades têm que ser priorizadas”, explicou, com propriedade, o presidente da Câmara dos Deputados – e futuro presidente interino do país que já tinha um presidente interino -, Rodrigo Maia. “Já é quinta-feira, o Fantástico vai ao ar no domingo, e esse evento não poderia ser negligenciado.”

Maia se referia ao Projeto de Emenda Constitucional 171, também conhecido como PEC do Thadeu Schimidt, que autoriza deputados que derrubam dois presidentes no mesmo mandato a pedirem música no Fantástico. “O que estava acontecendo era uma injustiça”, continuou Maia, explicando que a regra anterior só dava o benefício da música a quem derrubasse três presidentes de uma vez só. “Isso complicava muito, porque a chapa presidenciável nem tem um terceiro reserva, entende?”

O projeto de emenda, que foi apresentado, votado, aprovado e sancionado hoje de manhã no restaurante Piantella, beneficia diretamente o ex-deputado e centroavante Eduardo Cunha, que apesar de amargar um período na geladeira, em Curitiba, continua treinando suas jogadas de efeito. “O Eduardo é um craque”, finalizou Maia. “Derrubou a Dilma num lance de trivela e vai derrubar o Temer com aquele toquinho à la Romário, só empurrando a bola pro gol.”

Nos bastidores, comenta-se que Cunha estuda pedir uma música do forrozeiro Joesley Safadão, “A picanha azedou”.