Geneticistas discutem como prolongar vida de Cabral para que ex-governador possa cumprir todas as suas penas

14jun2017_13h17

H. STERN – O ex-governador Sergio Cabral foi condenado pelo juiz Sergio Moro a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Como ainda aguarda o julgamento de outras nove denúncias, o total de anos que o peemedebista deverá permanecer encarcerado ainda é indeterminado. Essa incógnita vem movimentando a comunidade brasileira de geneticistas, que organizaram um congresso para discutir métodos e tratamentos para garantir que seu objeto de estudo possa ter uma vida longa o bastante para expiar sua dívida com a justiça.

Na abertura do I Congresso Cabralino de Prolongamento da Vida, a geneticista Suzana Nicolelis ressaltou em sua fala de abertura a “oportunidade única” que se apresentava aos seus pares. “As pesquisas em torno das viagens espaciais desembocaram em tecnologias que hoje consideramos imprescindíveis, como o micro-ondas e a caneta esferográfica”. Para a pesquisadora, garantir que Cabral tenha tempo suficiente para cumprir suas penas pode disparar uma corrida análoga à dos anos 60.

Arquivo
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.