NASA anuncia telescópio que pode ajudar na busca por carisma de Alckmin

31dez2017_12h42

GALÁXIA MUITO DISTANTE – Um conjunto de mais de 400 lentes, jatos propulsores e um computador com a capacidade de processamento dos servidores do Google: é com essa máquina que a NASA pretende encontrar o carisma de Geraldo Alckmin, maior desafio da agência em 60 anos de existência. Especialistas consideram uma missão suicida, mas Charles Bolden Jr., administrador da NASA, diz que “achar o carisma de um político que está há tanto tempo no poder e almeja chegar tão longe com tão pouco é desafiador como achar água em Marte”.

O telescópio, batizado de XUXU I, será apontado primeiramente em direção ao vácuo de poder existente no PSDB. A partir dali os cientistas pretendem analisar como figuras pré-históricas como Aloysio Nunes conseguiram dar origem a espécies mais novas como João Doria através de sucessivos movimentos de mutação e adaptação.