PIB lança desenho Dolinha e Bolsinha para explicar como Lula afeta o mercado

06abr2018_16h02
O desenho faz parte de um programa infantil chamado Escola com Mercado, já implementado nos Jardins
O desenho faz parte de um programa infantil chamado Escola com Mercado, já implementado nos Jardins

TV COLOSSO – “A criança de hoje tem que entender desde cedo como funcionam os ânimos do mercado, que é um senhorzinho muito volátil.” A frase foi dita por João Doria Jr. – o famoso publicitário que chegou a ser prefeito de São Paulo –, durante evento na Fiesp que marcou o lançamento do desenho animado Dolinha e Bolsinha. “Assim vai ser mais fácil explicar a influência do Lula na Faria Lima.”

No desenho – surgido de uma parceria entre Dória, o MBL, o PIB e o especialista em educação Alexandre Frota –, Dolinha e Bolsinha estão sempre reagindo à vida do ex-presidente. No primeiro episódio, Dolinha e Bolsinha estão eufóricas, por saber que Lula teve um habeas corpus negado pelo Supremo Tribunal Federal. Para comemorar, Dolinha vai fazer mergulho submarino (o que provoca uma queda no valor do dólar), enquanto Bolsinha vai praticar alpinismo (causando uma alta na Bolsa de São Paulo). Já no segundo episódio, Dolinha e Bolsinha ficam tristes por saber que Lula não pretende se entregar à Polícia Federal. Dessa vez, é Dolinha que vai fazer alpinismo, para desanuviar (levando o dólar para o alto), ao passo em que Bolsinha prefere praticar mergulho até quase quebrar o mercado.

“A dinâmica é praticamente essa, mas sempre terminando de maneira feliz”, explicou Doria, esclarecendo que o desenho fará parte de um programa infantil chamado Escola com Mercado, já implementado em todas as escolas privadas do Jardins. “O importante é mostrar pra criançada que não importa o que aconteça no mundo real, Dolinha e Bolsinha sempre vencem no final.”