Doria sugere separar São Paulo de São Paulo para não perder voto em São Paulo

16abr2018_17h26
Doria conseguiu ficar mais tempo acima do touro que na prefeitura
Doria conseguiu ficar mais tempo acima do touro que na prefeitura
FESTA DO PEÃO DE BARRETOS – “Paulistano é muito besta, sô”, comentou o bandeirante João Doria, que deixou a prefeitura de São Paulo para concorrer ao governo de São Paulo – mesmo tendo prometido que nunca trocaria São Paulo por São Paulo. “São uns bicho de nariz muito empinado, que usa camisa polo, suéter no ombro e come caviar.” A declaração veio após pesquisa Datafolha mostrar que 47% dos paulistanos consideram sua passagem pela prefeitura ruim ou péssima.
“Essa vila de São Paulo, fio, isso aí é um atraso pro país”, continuou Dória, com o típico sotaque caipira que o popularizou à frente dos programa Show Business e O Aprendiz. “Por isso tô sugerindo aqui de ela não fazer mais parte desses estado bão, cheio de boi, plantação e sertanejo universitário.” Ele aproveitou para elogiar a dupla sertaneja que mais toca em sua casa. “Chama Dolce & Gabana. Nunca ouvi, mas deve ser danada de boa, porque minha muié tá sempre com umas camisa deles.”
Doria anunciou que vai organizar um plebiscito, se eleito ao governo, para que a população decida se a cidade de São Paulo continuará fazendo parte do estado. Há boatos de que ele possa voltar à prefeitura em dois anos, a título de vingança, caso a resposta seja negativa.