A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Posse do governador Alckmin (Diogo Moreira/Divulgação)
Posse do governador Alckmin (Diogo Moreira/Divulgação)

‘Bolsa Família’ de Alckmin tem corte de 10%

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
08.jan.2016 | 09h39 |

Em 1º de janeiro de 2015, o governador Geraldo Alckmin (PSDB/SP) tomou posse de seu segundo mandato e, em seu discurso, defendeu o Renda Cidadã, programa de transferência de renda que atende a famílias com renda mensal per capita de até um quarto do salário mínimo. Os beneficiados recebem R$ 80 reais por mês.

“Temos, a nosso favor, um histórico do qual nos orgulhamos. No social: o Renda Cidadã”.

DE OLHO

Segundo o site da Secretaria de Desenvolvimento Social do governo paulista, a meta para 2015 era cadastrar 200.569 mil famílias e distribuir um total de R$ 196.287.774,00 milhões entre os beneficiários do programa.

Ao fim de dezembro, quase um ano depois do discurso, os dados do Portal de Transparência do governo de SP mostram que a execução orçamentaria do Renda Cidadã estava em R$ 176.658.997,00 – 10% abaixo do anunciado.

A Secretaria de Desenvolvimento Social informou por nota que foi ampliado em 20% o número de famílias atendidas por programas de transferência de renda em SP desde 2011. O órgão, no entanto, não informou o número de famílias cadastradas no Renda Cidadã em 2015.

A secretaria disse ainda que, para ampliar o combate à pobreza extrema, o governo Alckmin criou em dezembro o programa Família Paulista. Inicialmente, ele atenderá a 27 municípios com ações de capacitação profissional, assistência social, atendimento a jovens, entre outros. O governo paulista afirma que existe um milhão de pessoas em situação de extrema pobreza em SP.

Mas, de acordo com a assessoria do próprio governador, o Renda Cidadã segue como o único programa do estado a fazer transferência de renda.

A checagem do discurso de posse de Geraldo Alckmin (PSDB/SP) faz parte de uma série de checagens realizada pela Lupa com governadores eleitos em 2014. Os governadores Fernando Pimentel (MG)Luiz Fernando Pezão (RJ) e Raimundo Colombo (SC) também tiveram seus discursos checados.

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo