A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Na folia: Glitter com protetor solar faz mal? Laquê despista celulite?

por Cristina Tardáguila
26.fev.2017 | 15h45 |

No carnaval – e por que não? – também tem muita informação falsa. Circulam por aí mitos sobre o consumo de bebidas alcoólicas, sobre as melhores práticas sexuais, sobre os enfeites que fazem mal à saúde e mais. Muito mais.

Em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein e a rádio CBN, a Lupa apresenta uma série de checagens indicando – afinal – o que é e o que não é certo dizer nesse cenário de folia. Divirta-se bem informado!

“Creme hidratante e laquê despistam celulite”

FALSO

O truque, comumente ouvido por quem assiste aos desfiles de escolas de samba, não funciona não, diz a dra. Selma Helene. “O hidratante promove uma maciez na pele, e o laquê pode criar uma película adesiva igual a que vemos no cabelo. Mas não disfarça (a celulite)”. Infelizmente…


“Sobrepor glitter e protetor solar no rosto faz mal à pele”

FALSO

O glitter está liberado. Não há problemas em misturar a purpurina com o protetor,  informa a dra. Selma Helene. Segundo ela, o mais importante é repassar o creme após – no máximo – 2 horas de folia. As queimaduras normalmente são fruto dessa preguiça de reaplicar o protetor solar.


“Tatuagens falsas não fazem mal a ninguém”

FALSO

Não é bem assim. Novamente segundo a dra. Selma Helene, tatuagens falsas – compradas em camelôs e praias, por exemplo – costumam ter origem desconhecida. Em teoria, elas deveriam conter henna, aquela tinta natural que sai na primeira lavagem. No entanto, algumas têm ingredientes mais agressivos e demoram semanas para desaparecer da pele. “Isso significa que há químicas envolvidas, com concentrações que podem promover doenças cutâneas”. Por isso, ao falar sobre o assunto, a dermatologista do Albert Einstein é enfática: “a orientação é não usar”.

Leia ainda:

Mitos sobre bebidas

Mitos sobre sexo

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo