A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Xixi evita DST? Pílula do Dia Seguinte vale 72 horas depois da relação?

por Cristina Tardáguila
26.fev.2017 | 15h45 |

No carnaval – e por que não? – também tem muita informação falsa. Circulam por aí mitos sobre o consumo de bebidas alcoólicas, sobre as melhores práticas sexuais, sobre os enfeites que fazem mal à saúde e mais. Muito mais.

Em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein e a rádio CBN, a Lupa apresenta uma série de checagens indicando – afinal – o que é e o que não é certo dizer nesse cenário de folia. Divirta-se bem informado!

“Fazer xixi depois de transar evita doenças sexualmente transmissíveis (DST)”

FALSO

Para evitar de verdade as DST, só mesmo usando a camisinha. Ir ao banheiro depois do sexo “apenas diminui a chance de infecção urinária”, informa o ginecologista e obstetra Eduardo Zlotnik, do Albert Einstein. As DST continuam sendo um risco.


“Fazer xixi depois de transar evita cistite”

EXAGERADO

A medida “não evita, mas diminui a chance de infecção urinária”, informa novamente o dr. Eduardo Zlotnik.


“Posso tomar a Pílula do Dia Seguinte até 72h depois do ato sexual”

VERDADEIRO, MAS

Isso mesmo. Mas, “quanto antes a Pílula do Dia Seguinte for tomada, mais eficiente ela é”, alerta o ginecologista e obstetra.

Leia ainda:

Mitos sobre bebidas

Mitos sobre enfeites

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo