A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Lupa passa por auditoria e ganha selo de ‘membro verificado’ da IFCN

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.mar.2017 | 21h31 |

Nesta terça-feira (28), a Lupa passou a integrar o seleto grupo de dez plataformas de checagem autorizadas a ostentar mundialmente o selo de qualidade emitido pela International Fact-Checking Network (IFCN).

Nos últimos dois meses, a agência foi alvo de um processo de auditoria externo que concluiu que a Lupa cumpre à risca os cinco pontos fixados no código de ética e conduta da rede mundial de fact-checkers. É transparente em relação a suas fontes, ao seu financiamento e a sua metodologia de trabalho. Também age de forma apartidária e mantém ativa uma política para correção diante de eventuais erros. Isso a torna apta a ser classificada e reconhecida internacionalmente como um “membro verificado” da IFCN.

De acordo com o comitê de avaliação, o selo é importante porque mostra aos leitores o grau de comprometimento da plataforma com a checagem. Hoje em dia “diversas organizações afirmam mundo afora que cumprem nosso código de ética sem ter realmente passado por nossa verificação. É bom que haja mais checadores, mas o selo é nosso sinal para os leitores”, explicou o comitê no comunicado oficial enviado à agência.

Para Cristina Tardáguila, diretora da Lupa, a conquista tem enorme relevância. “A tendência é que, nos próximos anos, mais e mais pessoas se prontifiquem a fazer fact-checking. Aqui no Brasil e no exterior. Então é vital que o leitor saiba separar bem as iniciativas que têm credibilidade mundial daquelas que ainda não são vistas desta forma. É a checagem da checagem”.

Daqui a um ano, em 28 de março de 2018, a Lupa deverá publicar em seu site e em suas redes sociais um balanço sobre sua atuação pública, pontuando os esforços feitos para seguir respeitando o código de ética da IFCN. Esse documento será submetido a nova auditoria da rede de fact-checkers para que a agência possa continuar carregando o selo de “membro verificado” por mais um ano.

Atualmente são “membros verificados” da IFCN:

Agência Lupa (Brasil)

Africa Check (África do Sul, Quênia, Nigéria e Senegal)

Agência Pública – Truco (Brasil)

FactCheck Georgia (Georgia)

Full Fact (Reino Unido)

Istinomjer (Bosnia & Herzegovina)

Libération Désintox (França)

Observador Fact Check (Portugal)

The Conversation FactCheck (Australia)

The Washington Post Fact Checker (EUA)

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo