A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

Velhas soluções para antigos problemas de violência no Rio de Janeiro

por Leandro Resende
09.ago.2017 | 16h29 |

Ondas de violência não são novidade no Rio de Janeiro. Traficantes fechando o comércio, tiroteios em favelas, ônibus incendiados, sequestros, roubos de cargas, assaltos, balas perdidas… São crimes que fazem parte do noticiário fluminense há diversas décadas. E as soluções propostas pelos governantes? Parecem ser sempre as mesmas.

A Lupa separou frases ditas por todos os governadores do RJ desde a redemocratização – Leonel Brizola, Moreira Franco, Marcelo Allencar, Nilo Batista, Anthony Garotinho, Benedita da Silva, Rosinha Garotinho, Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão – para mostrar como elas se parecem.

Nenhum deles conseguiu resolver o problema e evitar, por exemplo, que seja necessário pedir socorro às Forças Armadas, elogiadas nesta terça-feira (8) pelo atual governador.

Cheque sua memória. Veja as frases abaixo e tente acertar o nome do político que disse cada uma delas. Ao clicar na frase, a resposta e um pequeno histórico do contexto em que ela foi dita aparecerá.  

Leia outras checagens de ‘Estados’ / Outras publicadas neste mês / Volte à home

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo