A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Reprodução de Youtube

#Verificamos: Bolsonaro não ‘convidou Alexandre Frota para ser ministro da Cultura’

por Clara Becker
07.jun.2018 | 16h50 |

Voltou a circular no Facebook a “notícia” de que o pré-candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, teria convidado o ator Alexandre Frota para ser seu ministro da Cultura. A “notícia” cita um vídeo que Frota postou em seu Twitter e no qual Bolsonaro aparece dizendo o seguinte em tom de brincadeira: “Se você [Frota] quer me ver presidente um dia, eu quero te ver ministro da Cultura. Já imaginou, cara?”. O convite oficial, no entanto, nunca ocorreu.

Por meio do projeto de verificação de notícias do Facebook, usuários da plataforma denunciaram postagens com esse conteúdo, solicitando que elas fossem checadas. Confira a análise da Lupa:

“Bolsonaro convida Alexandre Frota para ser ministro da Cultura”
Título de postagem feita pelo site Politicaatual.com no dia 5 de junho de 2018 e que já tinha mais de 3 mil interações no Facebook em 48 horas

FALSO

Procurado em 7 de junho de 2018, o pré-candidato do PSL ao Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, negou que tenha feito esse convite a Frota. Em nota, a assessoria de imprensa afirmou que “isso foi apenas uma brincadeira”.

Em mensagem enviada ao ator Alexandre Frota no dia 28 de março, Bolsonaro usava um tom descontraído e ria da ideia. Mas, a partir dessa mensagem, diversos veículos de comunicação do Brasil deram como certo o convite dele para que o ator dirigisse a pasta.

À época, Bolsonaro desmentiu esse conteúdo. Pelo Twitter, afirmou, inclusive, que não teria um Ministério da Cultura em seu eventual governo. Postada no dia 5 de junho, a “notícia” do site Politicaatual recria controvérsias já esclarecidas em busca de cliques. O mesmo faz postagem feita no dia 28 de março de 2018 pelo site Money Report

*Nota: esta checagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook.

Editado por: Cristina Tardáguila, Chico Marés e Leandro Resende

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo