questões existenciais

A filósofa dos sentimentos

Martha Nussbaum, o envelhecimento, a desigualdade e a emoção

Rachel Aviv
Quando era estudante, Nussbaum assustava as pessoas: “Não conseguiam lidar com aquela mulher articulada ao extremo, alta e atraente, que caminhava ereta e usava minissaia”, diz um colega
Quando era estudante, Nussbaum assustava as pessoas: “Não conseguiam lidar com aquela mulher articulada ao extremo, alta e atraente, que caminhava ereta e usava minissaia”, diz um colega FOTO: JEFF BROWN_THE NEW YORKER

Em abril de 1992, Martha Nussbaum, uma das mais importantes filósofas dos Estados Unidos, se preparava para uma conferência na Universidade Trinity de Dublin quando soube que sua mãe estava à morte num hospital da Filadélfia. Só conseguiu voo para o dia seguinte. Naquela noite, ela proferiu a palestra agendada, que versava sobre a natureza das emoções. “Pensei: ‘É inumano, eu não devo fazer isso’”, comentou mais tarde. Mas concluiu: “E por que não? Afinal, estou aqui, o público está à espera.”

Depois, em seu quarto, Nussbaum abriu o laptop e começou a esboçar a próxima conferência, que ocorreria dali a duas semanas na faculdade de direito da Universidade de Chicago. No avião, na manhã seguinte, continuou digitando, ainda que com as mãos trêmulas e cogitando se havia algo cruel em sua capacidade de ser tão produtiva. Alinhava um discurso sobre a natureza da misericórdia. Como de costume, ela argumentava que certas verdades morais deixam-se exprimir melhor se contadas como uma história. Nós nos tornamos misericordiosos quando “agimos como o leitor de um romance” e entendemos a vida de cada um como “uma narrativa complexa do esforço humano num mundo cheio de obstáculos”.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Rachel Aviv

Rachel Aviv é repórter da revista The New Yorker

Leia também

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #77: Lula solto, crise na Bolívia e o novo partido de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

Ruptura de bolsonaristas com PSL ganhou asas no Twitter

Disputa por controle do partido impulsionou menções a Eduardo e Joice na rede

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

Projeto da piauí é um dos vencedores de desafio do Google

"Refinaria de Histórias" vai transformar reportagens em séries, filmes e documentários

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho formal

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

Mais textos
1

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

2

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

3

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

4

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi

5

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

6

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

7

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

10

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”