anais da República

A organização

Como Marcelo Odebrecht chegou ao comando da maior empreiteira do país – e acabou na prisão

Malu Gaspar
O avô Norberto, o pai Emílio e o filho Marcelo, diante do retrato do patriarca, também Emílio. Envolvida em escândalos há décadas, a Odebrecht sempre saiu incólume. Com a Lava Jato, deve produzir o maior inventário da corrupção no Brasil
O avô Norberto, o pai Emílio e o filho Marcelo, diante do retrato do patriarca, também Emílio. Envolvida em escândalos há décadas, a Odebrecht sempre saiu incólume. Com a Lava Jato, deve produzir o maior inventário da corrupção no Brasil FOTO: ACERVO ODEBRECHT

Marcelo Bahia Odebrecht tinha uma expressão impassível quando se sentou diante de três delegados da Polícia Federal em Curitiba, em maio passado. Aquela seria a sua primeira conversa “amigável” com os responsáveis por seu caso desde que fora preso, quase um ano antes. Os agentes federais do outro lado da mesa sabiam que o mais importante empreiteiro do país negociava afinal a delação premiada, depois de passar meses dentro de uma cela que media 4 metros de largura por outros 4 de comprimento. Sabiam também – item importante do manual de códigos não escritos da Operação Lava Jato – que, mesmo quando os advogados já avisaram aos investigadores que seu cliente decidiu falar, era preciso ouvir a notícia do próprio candidato a delator.

Sentado à mesa de reuniões com uma advogada a seu lado, Marcelo usava uma camiseta azul surrada, calça de moletom cinza e tênis – espécie de uniforme que adotou na prisão. Apesar das roupas gastas sobre o corpo magro, mantinha o porte aprumado, altivo. Quieto, esperou pelas perguntas. Afinal, ele iria realmente falar o que sabia? Iria admitir ter cometido os crimes de que era acusado? Sim, Marcelo confirmou. “Mas vocês têm de ver o que é caixa dois e o que é corrupção”, disse, quase como quem dá instruções a subordinados. Os federais reagiram. “Não é você quem vai nos dizer de qual crime será acusado.”

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Malu Gaspar

Malu Gaspar, repórter da piauí, é autora do livro Tudo ou Nada: Eike Batista e a Verdadeira História do Grupo X, da Editora Record

Leia também

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #47: Bolsonaro joga diesel na crise, deputada é ameaçada, e STF embarca na censura

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Delação financiada

Pressionada pela Lava Jato, CCR decide pagar 71 milhões de reais para demitir executivos e transformá-los em delatores; acionistas minoritários protestam

A guerra perdida de Toffoli

Embate no Supremo mostra sucessão de equívocos, avalia professor da FGV

Verbas pelo ralo

Empresa contratada com dinheiro de emenda apresentada pelo secretário de Previdência fez depósitos na conta de parente de Marinho; caso explicita descontrole na fiscalização

Foro de Teresina #46: Os 100 dias de governo, o marasmo na economia e a chuva (de tiros) no Rio

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O Caso Hammarskjöld – persistência recompensada

Documentário tem chance de ajudar a esclarecer morte de secretário-geral da ONU

Foi atender o telefone e voltou demitido

Embaixador diz que Apex era “jardim de infância” com diretora despreparada e protegida pelo chanceler

Mourão, o avalista  

Atacado pelos radicais bolsonaristas, o vice-presidente se coloca como garantia contra solavancos do governo

Balança mas não vende

Bolsonaro prioriza relações com Israel, mas Brasil tem déficit com israelenses e superávit com Liga Árabe

Mais textos
2

Delação financiada

Pressionada pela Lava Jato, CCR decide pagar 71 milhões de reais para demitir executivos e transformá-los em delatores; acionistas minoritários protestam

3

Verbas pelo ralo

Empresa contratada com dinheiro de emenda apresentada pelo secretário de Previdência fez depósitos na conta de parente de Marinho; caso explicita descontrole na fiscalização

4

Foi atender o telefone e voltou demitido

Embaixador diz que Apex era “jardim de infância” com diretora despreparada e protegida pelo chanceler

7

“A vida, a humilhação, a gozação nas ruas”

Uma história da República chega ao fim

8

A metástase

O assassinato de Marielle Franco e o avanço das milícias no Rio

9

The BolsozApp Herald

A rede social mais patriótica do Brasil

10

Os manifestantes estão em pânico

O que querem os coletes amarelos?