cartas

Entre perdas e danos

PERCA IRREPARÁVEL 

Foi uma tremenda imprudência a demissão de Chantecler. Tendo demonstrado seus poderes, ou melhor, relacionamentos com a Receita Federal e a justiça trabalhista, piauí  agiu de forma temerária, ignorando tolamente os riscos de sua iniciativa. Temo pelo fim de sua circulação, o que seria uma perca irreparável para a comunidade piauiense.

SERGIO BUENO_SÃO PAULO, SP

Nota da Redação: não tema. Os astros protegem piauí, com ou sem Chantecler.

 

ETERNO HOSPíCIO
Bomba, bomba! É muito bom ter acesso a um conhecimento, diria eu, de história, de política, de contos, de fatos! Mas também do inconsciente, de homens mal fadados, do fim e início do mundo. E que mundo, cheio de torpeza, assim como seus homens, que despreza esses mesmos homens… Isso aqui é um eterno hospício, afinal, trabalho em um. E viva a sociedade alternativa, em parceria com a brilhante e alegre revista piauí!

JOILSON BERGHER_VITÓRIA DA CONQUISTA, BA

 

HISTÓRIA PUNGENTE

Acabo de ler na piauí a matéria sobre o Cesare Battisti. Traduzi alguns livros da escritora francesa Fred Vargas, e foi por seu intermédio que soube do caso Battisti. Fiz contato com alguns editores no Brasil e, no momento, traduzo um livro dele, Ma Cavale, que deve sair até o final do ano. Está sendo uma experiência e tanto ficar mergulhada várias horas por dia numa história tão pungente. Sentia necessidade de conversar sobre isso, e de saber que mais pessoas se interessam pelo caso. Foi muito bacana ler o artigo, sensível e sério.
DOROTHÉE DE BRUCHARD_FLORIANÓPOLIS, SC

 

PIAUÍ MUNDIAL
Algumas reportagens parecem ser reproduções
de artigos previamente publicados em revistas americanas, especialmente a
New Yorker. O artigo “Côncavo e convexo”, em particular, me lembra muito um texto que li tempos atrás naquela revista americana. Assino a piauí pela originalidade de seus artigos, criatividade e qualidade de seus jornalistas/escritores. Ficaria muito decepcionado se o direcionamento editorial for pela reprodução de artigos, em vez da criação de conteúdo.
JOÃO HENRIQUE SCHMIDT_ SÃO PAULO, SP
Nota da Redação: além das maravilhas que produzimos na redação, apreciamos  tesouros alheios, e ficamos felizes quando conseguimos adquirir os direitos de reprodução de textos estrangeiros – sejam poemas, reportagens, cartuns.  Para nós, o mundo todo cabe na piauí.

 

DEIXA VER SE EU ENTENDI

O sr. Bruno Maranhão, líder do Movimento de Libertação dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, foi mais rápido e mais esperto e ocupou uma fazenda falida, que sua família iria adquirir. Virou herói porque enganou a família em prol dos sem-terra. O “grande líder” aloja seus seguidores, coloca-os para trabalhar, paga abaixo do preço de mercado e fornece o produto para os usineiros da sua família. E nem precisa pagar os direitos trabalhistas.

Que lindo!

HELENA MARIA DE SOUZA_RIO DE JANEIRO, RJ

 

Leia também

Últimas Mais Lidas

Falta combinar no WhatsApp

Por 24 horas, nossa repórter acompanhou quatro grupos de caminhoneiros no aplicativo; viu minuto a minuto eles se insurgirem contra as forças federais, desprezarem o acordo de Temer e se negarem a encerrar a paralisação

piauí lança Maria vai com as outras, podcast sobre mulher e mercado de trabalho

Novo programa da rádio piauí, que estreia no dia 4 de junho, entrevistará mulheres de diferentes profissões para saber como é a vida delas

Pivô do escândalo Fifa, J. Hawilla morre em São Paulo

Em acordo de delação em 2013, o empresário confessou crimes e teve de pagar 151 milhões de dólares ao governo norte-americano

Foro de Teresina #2: As chances de Ciro, o desmanche da Venezuela e uma encrenca chamada Bolsonaro

No podcast de política da piauí, Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e José Roberto de Toledo discutem a campanha presidencial no Brasil e a eleição de Nicolás Maduro

A quem faz cinema no Brasil

Reflexões sobre os impasses da profissão, nas palavras de Dziga Vertov

A marca de Roth

Influência do autor de O Complexo de Portnoy, que morreu aos 85 anos em Nova York, é cada vez mais poderosa

“Me deixe fora desse balaio”

Conheça a rotina e o pensamento de Muniky Moura, a eleitora “nem nem” – que, como 43% do eleitorado, rejeita Lula e Bolsonaro e costuma decidir a eleição

Político mais popular no Facebook não fala de política na rede

Deputado federal baiano Irmão Lázaro atribui seus 8,5 milhões de seguidores a não postar sobre o que faz no Congresso: “É uma gritaria”

Um estudante contra o presidente

Garoto de 20 anos fala na cara de Daniel Ortega que ele é o responsável por 58 mortos na repressão aos protestos na Nicarágua e discurso viraliza. À piauí, o estudante se diz ameaçado

A Batalha de Argel, Um Filme Dentro da História – interessante e excessivo

Realização tardia e bem-sucedida do neorrealismo parece um documentário, mas é encenado do primeiro ao último plano

Mais textos
1

“Me deixe fora desse balaio”

Conheça a rotina e o pensamento de Muniky Moura, a eleitora “nem nem” – que, como 43% do eleitorado, rejeita Lula e Bolsonaro e costuma decidir a eleição

2

Político mais popular no Facebook não fala de política na rede

Deputado federal baiano Irmão Lázaro atribui seus 8,5 milhões de seguidores a não postar sobre o que faz no Congresso: “É uma gritaria”

3

Nota sobre o calabouço

Brás Cubas e os castigos aos escravos no Rio

4

Um estudante contra o presidente

Garoto de 20 anos fala na cara de Daniel Ortega que ele é o responsável por 58 mortos na repressão aos protestos na Nicarágua e discurso viraliza. À piauí, o estudante se diz ameaçado

5

O racismo como razão de voto

Um roteiro para entender a pesquisa mais reveladora feita sobre a eleição de Trump – e o que ela diz sobre o pleito no Brasil em 2018

6

Foro de Teresina #2: As chances de Ciro, o desmanche da Venezuela e uma encrenca chamada Bolsonaro

No podcast de política da piauí, Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e José Roberto de Toledo discutem a campanha presidencial no Brasil e a eleição de Nicolás Maduro

7

Falta combinar no WhatsApp

Por 24 horas, nossa repórter acompanhou quatro grupos de caminhoneiros no aplicativo; viu minuto a minuto eles se insurgirem contra as forças federais, desprezarem o acordo de Temer e se negarem a encerrar a paralisação

8

Notícias de Maracaibo

O dia a dia da crise venezuelana

10

A marca de Roth

Influência do autor de O Complexo de Portnoy, que morreu aos 85 anos em Nova York, é cada vez mais poderosa