questões de identidade I

A copa é deles

A utopia nacionalista-cosmopolita do Mundial em tempos extremos

Alejandro Chacoff
Londres era um mexidão de multiculturalismo vibrante e dinheirama ansiosa, ou multiculturalismo ansioso e dinheirama vibrante – no meio em que eu vivia, era dificílimo dizer quem era o imigrante de primeira geração, de segunda geração, e quem era o suposto local, o da gema
Londres era um mexidão de multiculturalismo vibrante e dinheirama ansiosa, ou multiculturalismo ansioso e dinheirama vibrante – no meio em que eu vivia, era dificílimo dizer quem era o imigrante de primeira geração, de segunda geração, e quem era o suposto local, o da gema CREDITO: ROB STOTHARD_GETTY IMAGES

I

Lembro até hoje do jogo. Fomos assisti-lo no sítio do meu avô, no Mato Grosso. O sítio não era muito bem cuidado. Ficava largado por meses e, quando entrávamos no casarão, o meu avô quase sempre mostrava uma irritação vaga pelo desleixo geral, pelas folhas secas que se acumulavam nos cantos e o odor dos canos que vinha dos banheiros. Lembro que alguém havia colado umas bandeirinhas do Brasil perto do tanque, atrás da casa. Eram bandeirinhas de papel. Talvez esse fosse o único símbolo que indicasse uma Copa do Mundo em curso.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Alejandro Chacoff

Alejandro Chacoff, jornalista da piauí, trabalhou como analista político em Londres

Leia também

Últimas Mais Lidas

A marca de Roth

Influência do autor de O Complexo de Portnoy, que morreu aos 85 anos em Nova York, é cada vez mais poderosa

“Me deixe fora desse balaio”

Conheça a rotina e o pensamento de Muniky Moura, a eleitora “nem nem” – que, como 43% do eleitorado, rejeita Lula e Bolsonaro e costuma decidir a eleição

Político mais popular no Facebook não fala de política na rede

Deputado federal baiano Irmão Lázaro atribui seus 8,5 milhões de seguidores a não postar sobre o que faz no Congresso: “É uma gritaria”

Um estudante contra o presidente

Garoto de 20 anos fala na cara de Daniel Ortega que ele é o responsável por 58 mortos na repressão aos protestos na Nicarágua e discurso viraliza. À piauí, o estudante se diz ameaçado

A Batalha de Argel, Um Filme Dentro da História – interessante e excessivo

Realização tardia e bem-sucedida do neorrealismo parece um documentário, mas é encenado do primeiro ao último plano

Foro de Teresina #1: justiçamento, abraço de gambá e túnel do tempo

Confira a estreia do podcast de política da rádio piauí com Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e José Roberto de Toledo. A partir de hoje, o Foro vai ao ar toda quinta-feira, às 17h

O racismo como razão de voto

Um roteiro para entender a pesquisa mais reveladora feita sobre a eleição de Trump – e o que ela diz sobre o pleito no Brasil em 2018

Com candidato preso, PT deixa de aparecer para 400 mil eleitores na tevê e internet

Partido já perdeu mais de quatro horas de exposição em debates e entrevistas na televisão aberta desde a prisão de Lula

Vem aí a rádio piauí

Plataforma estreia nesta quinta-feira, 17 de maio, com o podcast de política Foro de Teresina. Confira nosso guia para ouvir os episódios em casa ou na rua

Saiba como foi cada mesa da Maratona Piauí Serrapilheira

Vida, vulcões, clima, água e gestão da ciência: cinco grandes cientistas falaram sobre suas áreas de pesquisa

Mais textos