vozes da América

O colecionador de memórias

Pequenas histórias dos Estados Unidos

Nate DiMeo
ILUSTRAÇÃO: PEDRO FRANZ_2017

Em 2008, depois de ter trabalhado na rádio pública por anos, o norte-americano Nate DiMeo estreou o podcast O Palácio da Memória, que se tornou um dos mais populares do país. Pesquisando em museus e arquivos de jornais, ele criou episódios que, com cerca de dez minutos cada um (mas que às vezes podem ter dez segundos), falam de absolutamente qualquer tópico relacionado à história americana: a primeira cirurgiã a atender feridos de guerra (vestindo calça comprida); a história de amor de um casal de escravos fugitivos; as circunstâncias da morte de Edgar Allan Poe; um sujeito do século XIX que ganhou a vida saltando de penhascos; o primeiro bar gay dos Estados Unidos; a substituição das cartolas de castor pelas de seda; o médico charlatão que prometia curar a impotência com o implante de testículos de bode. E cães astronautas, a extinção do pombo-passageiro, o primeiro elefante a pisar na América, o leão da Metro, o upgrade das lagostas…

O sucesso de público e de crítica foi tamanho que DiMeo ganhou do Museu Metropolitan uma bolsa de “artista convidado” para desenvolver conteúdos referentes a algumas das obras em exposição.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Nate DiMeo

Nate DiMeo, radialista, humorista e escritor norte-americano, atualmente faz residência artística no Museu Metropolitan de Nova York

Leia também

Últimas Mais Lidas

Cercados pelas chamas

Uma família encurralada em casa por um incêndio no Cerrado

Roupa suja lavada a jato

Como lavajatistas e bolsonaristas se aproximaram, se afastaram, romperam ao longo do governo - e publicaram tudo nas redes

Foro de Teresina #118: O presidente no meio do fogo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A mão que acende o fogo

Aquecimento global e desmatamento aumentam o material combustível para os incêndios, mas, sem ação de pessoas, o Pantanal e a Amazônia não queimariam assim

“O fogo acabou com tudo”

Líder indígena em Mato Grosso relata como as queimadas avançam sobre sua aldeia, destruindo casas, árvores, animais e memórias

Mais textos
2

R$ 0,46 no tanque dos outros

Agora, caminhoneiros grevistas usam WhatsApp para defender queda da gasolina, de Temer e da democracia

3

A vida e a morte de uma voz inconformada

Os últimos momentos de Marielle Franco, a vereadora do PSOL executada no meio da rua no Rio de Janeiro sob intervenção

5

Qu4tro figuras (e mais 2)

Agora só tem o Homem de Ferro em Blu-ray, a privada virou "poltrono", a moça penteia o bigode e Stálin está no armário

6

O barato de Hannah

Pela legalização da maconha, jovem americana se muda para Montevidéu

7

Sem SUS, sem saída, sem vida

Sem dinheiro para pagar dívidas médicas nos Estados Unidos, idoso mata mulher e se suicida; tragédia amplia debate sobre acesso a sistema público de saúde

8

O tom certo

Quatro meses depois de nos conhecermos, o Orlando sumiu. Em casa contei que a professora tinha falado que o Orlando não era culpado. O garoto é uma vítima, ela repetia nervosa, como todos nós

10

Vitória em Cristo

Com uma leitura singular da Bíblia, o pastor Silas Malafaia ataca feministas, homossexuais e esquerdistas enquanto prega que é dando muito que se recebe ainda mais