história pessoal

O corpo do pai

A questão não era entender por que ele estava morrendo, era descobrir por que ainda estava vivo

Siddhartha Mukherjee
Meu pai se recusava a aceitar a morte sem barganhar: fecharia setores do cérebro para manter o coração funcionando. Dos males, o menos pior
Meu pai se recusava a aceitar a morte sem barganhar: fecharia setores do cérebro para manter o coração funcionando. Dos males, o menos pior ILUSTRAÇÃO: GERARD DUBOIS_MARLENAAGENCY.COM

O telefone tocou às três da manhã. Minha mãe, em Nova Delhi, estava em prantos. Meu pai tinha caído mais uma vez e falava coisas absurdas, ela disse. E direcionou o telefone para ele, que balbuciava lentamente palavras sem sentido, num tom irreconhecível, agudo e anasalado. Repetia sem cessar seu apelido, Shibu, e o nome da aldeia de sua infância, Dehergoti. Era como se ministrasse a si mesmo a extrema-unção.

“Leve ele para o hospital agora mesmo”, pressionei-a do outro lado da linha, de Nova York. “Vou pegar o próximo voo.”

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Siddhartha Mukherjee

Siddhartha Mukherjee, médico oncologista e escritor, é ganhador do prêmio Pulitzer pelo livro O Imperador de Todos os Males

Leia também

Últimas Mais Lidas

Da várzea à taça, os astronautas da bola

Em série de vídeos da piauí, grandes jogadores recuperam histórias de seus mundiais e iluminam a maior paixão coletiva do Brasil

O sistema funciona. Mas a que preço?

Arranjo institucional brasileiro garante a governabilidade, mas sacrifica a divisão de Poderes e a relevância das eleições legislativas

Depois do desemprego vem o desalento

Crise econômica converteu Salvador na capital brasileira dos desalentados, aqueles que se frustram com o insucesso e param de procurar trabalho

Civilização e barbárie

Jair Bolsonaro não é um candidato a mais na disputa

Maria vai com as outras #4: Profissão família

A jornalista Leticia Nascimento, o radialista Paulinho Coruja e a atriz Vanessa Lóes contam como deixaram suas carreiras para cuidar dos filhos e da vida doméstica

Lula, da cela à tela

Após prende e solta, candidatura do PT volta a ficar em evidência e tumultua a corrida presidencial

Vai uma quentinha aí?

Com a crise econômica, um desempregado alimenta o outro, literalmente

piauí estreia colunas diárias sobre as eleições

Nove cientistas políticos e jornalistas vão debater a campanha deste ano

As Boas Maneiras – sinal de alerta

Filme de Marco Dutra e Juliana Rojas coloca em cena a improvável relação homossexual entre patroa e empregada para despistar o espectador de seu verdadeiro tema

Dario, o órfão, ex-ladrão e ex-grosso que virou Dadá

O campeão mundial em 70 relembra o seu começo no futebol, do primeiro chute aos 19 anos ao técnico que percebeu nele, apesar dos tropeções, um goleador

Mais textos