“Lembro-me de duas coisas”, disse minha mãe. “Que, no dia seguinte à partida dele, você parou de fazer xixi na cama. E que o seu temperamento mudou. Antes você era uma menina alegre”
Ver dados da foto “Lembro-me de duas coisas”, disse minha mãe. “Que, no dia seguinte à partida dele, você parou de fazer xixi na cama. E que o seu temperamento mudou. Antes você era uma menina alegre” ILUSTRAÇÃO: PEDRO FRANZ_2017

O senhor Licitra

Meu pai deixou o país como exilado político, mas também escolheu me abandonar
Josefina Licitra
Tamanho da letra
A- A+ A
“Lembro-me de duas coisas”, disse minha mãe. “Que, no dia seguinte à partida dele, você parou de fazer xixi na cama. E que o seu temperamento mudou. Antes você era uma menina alegre” ILUSTRAÇÃO: PEDRO FRANZ_2017

Exclusivo para assinantes

Para assinar, clique aqui 

Acabo de receber um e-mail de Juan Cruz Ruiz, um dos fundadores do jornal espanhol El País. Há alguns anos, Juan Cruz organizou um livro de entrevistas com escritores no qual teve a gentileza de me incluir, e desde então trocamos mensagens esporádicas. Mas este e-mail não trata – como tantos outros – de temas editoriais. O assunto é “Seu pai”, e diz o seguinte: “Tomando o café da manhã em Pozuelo, fui cumprimentado por uma senhora. E em seguida, por um senhor. O senhor Licitra! Seu pai tem um belo sorriso. Beijos!”

Pozuelo é um município nos arredores de Madri, cidade onde meu pai mora desde que deixou a Argentina, como exilado político, em 1978. A senhora mencionada é a mulher do meu pai. Os dois conhecem Juan Cruz pelos textos do jornal; certamente foram eles que o abordaram.

Afora isso, não posso dizer mais nada. Não sei de mais nada.

SÓ PARA ASSINANTES.

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site, inclusive imagens, logotipos, fotografias e podcasts, são de propriedade da revista piauí ou de seu criador original. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo aqui disponibilizado, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia da revista ou do titular dos direitos autorais.

ASSINANTE PIAUÍ

Use o mesmo e-mail e senha cadastrados no site da Ed. Abril no ato da assinatura. Esqueceu a senha ou o e-mail ?