anais da fé

Padre Cícero sem perdão

A luta de um bispo para reabilitar o mais venerado líder religioso do Nordeste

Adriana Negreiros
Entre o final do século XIX e início do XX, padre Cícero promoveu milagres contestados pelo Vaticano, aliou-se a jagunços e coronéis, atuou como líder político e enriqueceu, tornando-se uma das figuras de maior devoção popular no Brasil. À época repreendido e quase excomungado pela Igreja, passou a ser visto mais recentemente como possível antídoto ao crescimento dos neopentecostais
Entre o final do século XIX e início do XX, padre Cícero promoveu milagres contestados pelo Vaticano, aliou-se a jagunços e coronéis, atuou como líder político e enriqueceu, tornando-se uma das figuras de maior devoção popular no Brasil. À época repreendido e quase excomungado pela Igreja, passou a ser visto mais recentemente como possível antídoto ao crescimento dos neopentecostais FOTO: LEVI BIANCO

O sol mal despontara no horizonte naquele dia de festa, no interior do Ceará, e dom Fernando Panico já sentia as primeiras gotas de suor a lhe escorrer pelo corpo, sob as vestes litúrgicas. Era sempre a mesma coisa quando, por dever do ofício, o bispo se via obrigado a usar aquela roupa obviamente inadequada ao calor de Juazeiro do Norte: uma túnica branca de mangas compridas, sobre a qual recaía, como se fosse um poncho, o paramento tradicional dos sacerdotes durante a missa, uma casula de cor violeta. Ao contrário dos seus muitos colegas de celebração – padres com as testas vincadas que se abanavam nervosamente, reunidos no altar –, dom Fernando não se mostrava nada incomodado com a atmosfera escaldante daquela manhã. Parecia, na verdade, exultar.

Era o dia 20 de dezembro de 2015, e ele, o chefe da diocese, tinha um anúncio importante a fazer. Ao longo da cerimônia, no entanto, o microfone sem fio precisou ser trocado mais de uma vez – o som dos alto-falantes saía abafado, sem a potência necessária para chegar em alto volume a todas as 50 mil pessoas que se reuniam no descampado da praça do Socorro, em Juazeiro. Assim, foi num tom próximo ao de um grito que dom Fernando anunciou oficialmente, no final do ano passado, a “reconciliação” da Igreja Católica com uma das figuras de maior devoção popular no Brasil, o padre Cícero. “A partir de agora, ninguém pode mais dizer que vocês são fanáticos”, garantiu o bispo aos romeiros, reunidos em frente à capela onde Cícero Romão Batista, morto em 1934, está sepultado.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Adriana Negreiros

Adriana Negreiros, jornalista freelancer, foi editora das revistas Playboy e Claudia

Leia também

Últimas Mais Lidas

Um estudante contra o presidente

Garoto de 20 anos fala na cara de Daniel Ortega que ele é o responsável por 58 mortos na repressão aos protestos na Nicarágua e discurso viraliza. À piauí, o estudante se diz ameaçado

A Batalha de Argel, Um Filme Dentro da História – interessante e excessivo

Realização tardia e bem-sucedida do neorrealismo parece um documentário, mas é encenado do primeiro ao último plano

Foro de Teresina #1: justiçamento, abraço de gambá e túnel do tempo

Confira a estreia do podcast de política da rádio piauí com Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e José Roberto de Toledo. A partir de hoje, o Foro vai ao ar toda quinta-feira, às 17h

O racismo como razão de voto

Um roteiro para entender a pesquisa mais reveladora feita sobre a eleição de Trump – e o que ela diz sobre o pleito no Brasil em 2018

Com candidato preso, PT deixa de aparecer para 400 mil eleitores na tevê e internet

Partido já perdeu mais de quatro horas de exposição em debates e entrevistas na televisão aberta desde a prisão de Lula

Vem aí a rádio piauí

Plataforma estreia nesta quinta-feira, 17 de maio, com o podcast de política Foro de Teresina. Confira nosso guia para ouvir os episódios em casa ou na rua

Saiba como foi cada mesa da Maratona Piauí Serrapilheira

Vida, vulcões, clima, água e gestão da ciência: cinco grandes cientistas falaram sobre suas áreas de pesquisa

AO VIVO: assista à Maratona Piauí Serrapilheira

Evento reúne grandes cientistas para falar sobre o futuro próximo da ciência brasileira

De Sanctis, de proscrito a guru

Depois de sete anos na geladeira, o juiz Fausto De Sanctis está de volta à área criminal – e é procurado para conselhos por colegas como Bretas

Saiba como acompanhar a Maratona

Haverá cobertura e transmissão ao vivo pela internet

Mais textos