questões editoriais

Palácio dos prazeres

Quem são os novos donos da Playboy no Brasil

Adriana Negreiros
O trio estima gastar 1 milhão de reais ao mês com a revista. “Me sinto como se tivesse comprado o Corinthians”, diz André Sanseverino
O trio estima gastar 1 milhão de reais ao mês com a revista. “Me sinto como se tivesse comprado o Corinthians”, diz André Sanseverino FOTO: TUCA VIEIRA_2016

A atriz Luana Piovani havia acabado de comentar que não aceitaria ser fotografada nua e com dedinho na boca para fazer “punheteiro gozar” quando percebeu que um púbere de 13 anos ouvia atento tudo o que dizia. “Esse guri pode estar aqui?”, desconcertou-se, diante dos jornalistas que participavam da entrevista coletiva promovida pela Playboy para anunciar a estrela do primeiro número que a revista lançará sob nova direção. “Brincadeirinha, foi só pra descontrair”, disfarçou Luana, ao notar a presteza com que assessores retiraram o menino da sala, na companhia do irmão, de 3 anos, que, preso a um carrinho de bebê, murmurava “manhêêê” a intervalos irregulares.

Edson Marcos de Oliveira, o pai das crianças, estava tão concentrado na atriz que não chegou a detectar qualquer sinal de desconforto envolvendo os filhos e a esposa – uma morena de cabelos compridos, pernas bonitas e cintura fina, formada em pedagogia. “Luana é uma mulher preparada. Se participasse de uma reunião nas Nações Unidas, daria aula”, elogiou Oliveira, sem demonstrar nenhum constrangimento. A entrevista acontecia no Teatro Eva Herz de São Paulo, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, e marcava o momento apoteótico de sua carreira de empreendedor – aos 38 anos, 24 depois de começar a trabalhar como office-boy em Curitiba, ele posava para fotos na condição de dono da Playboy. Oliveira é um dos três sócios do grupo paranaense PBB Entertainment, que assumiu a marca no Brasil depois que a Editora Abril decidiu encerrar um contrato de 40 anos com a matriz nos Estados Unidos. Ao acordar naquele 4 de fevereiro, aprontara-se com ainda mais esmero do que de hábito: os cabelos pretos, disciplinados com gel, foram penteados para trás, deixando escapar um único fio sobre a testa. Entre os cinco pares de óculos de grau que possui, elegeu para o grande dia o de aros azuis, ornando com a camisa quadriculada em tom verde-acinzentado.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Adriana Negreiros

Jornalista freelancer, foi editora das revistas Playboy e Claudia. É autora de Maria Bonita: Sexo, Violência e Mulheres no Cangaço

Leia também

Últimas Mais Lidas

Quem ri com Bolsonaro

Na porta do Alvorada, empresário apoia agressão a jornalista; nas redes, estratégia bolsonarista amplia alcance de ataques

Seguro sinistro

Despachante de "associações de proteção" oferece prêmio a policiais para recuperar carros roubados no Rio

Foro de Teresina #89: As mentiras de Bolsonaro, a caserna no Planalto e os tiros contra Cid Gomes

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Tanque atropela patinete

Militares e policiais acendem pavio para implodir agenda de Paulo Guedes

Greve, motim e chantagem pelo poder

Bolsonaro usa demandas dos policiais para enfraquecer governadores, em especial os de oposição

“A jornalistas, oferecem dinheiro ou chumbo”

Repórter reconstitui assassinato do jornalista Léo Veras e lembra rotina de violência do narcotráfico na região

O Farol – fantasia extravagante 

Escassez de opções e presença de Willem Dafoe levam colunista a cair no conto do “horror cósmico com toques sobrenaturais”

Coronavírus espreita a Olimpíada

A cinco meses dos jogos, Tóquio vê turistas fugirem e máscaras acabarem

Maria Vai Com as Outras #1: A necessidade faz o sapo pular

A camelô Maria de Lourdes e a costureira Alessandra Reis falam da rotina como profissionais autônomas num mercado informal: o das calçadas do Centro do Rio e o da Marquês de Sapucaí

Mais textos
1

Greve, motim e chantagem pelo poder

Bolsonaro usa demandas dos policiais para enfraquecer governadores, em especial os de oposição

2

Quem ri com Bolsonaro

Na porta do Alvorada, empresário apoia agressão a jornalista; nas redes, estratégia bolsonarista amplia alcance de ataques

3

A pensão de 107 anos

Herdeiros de servidor público receberam legalmente benefício da Previdência de 1912 a 2019 – atravessando nove moedas e trinta presidentes brasileiros

5

Laudos, versões e milícia

Documentos e imagens da casa onde miliciano Adriano da Nóbrega foi morto contradizem relato de policiais sobre operação

6

Tanque atropela patinete

Militares e policiais acendem pavio para implodir agenda de Paulo Guedes

7

Coronavírus espreita a Olimpíada

A cinco meses dos jogos, Tóquio vê turistas fugirem e máscaras acabarem

8

Seguro sinistro

Despachante de "associações de proteção" oferece prêmio a policiais para recuperar carros roubados no Rio

9

Foro de Teresina #89: As mentiras de Bolsonaro, a caserna no Planalto e os tiros contra Cid Gomes

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

10

“A jornalistas, oferecem dinheiro ou chumbo”

Repórter reconstitui assassinato do jornalista Léo Veras e lembra rotina de violência do narcotráfico na região