Não é tão fácil explicar o fracasso educacional do Brasil. Por que um país que foi capaz, ainda no século XIX, de criar faculdades e organizar um Exército não conseguiu abrir escolas?
Ver dados da foto Não é tão fácil explicar o fracasso educacional do Brasil. Por que um país que foi capaz, ainda no século XIX, de criar faculdades e organizar um Exército não conseguiu abrir escolas? FOTO: KIM-IR-SEN PIRES LEAL_WWW.KIMAGE.COM.BR

Pátria iletrada

As razões políticas para o atraso educacional do Brasil
Rafael Cariello, Tiago Coelho
Tamanho da letra
A- A+ A
Não é tão fácil explicar o fracasso educacional do Brasil. Por que um país que foi capaz, ainda no século XIX, de criar faculdades e organizar um Exército não conseguiu abrir escolas? FOTO: KIM-IR-SEN PIRES LEAL_WWW.KIMAGE.COM.BR

Exclusivo para assinantes.
Não assinante: leia na revista impressa ou no aplicativo

Lá pelo início de 2014, alguns dos amigos e colegas mais próximos do pesquisador Renato Perim Colistete começaram a ficar preocupados. Já fazia então mais de três anos que o professor da FEA – a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – se dedicava à preparação de sua tese de livre-docência, etapa importante da vida acadêmica na USP, onde, desde 2007, Colistete dá aulas de história econômica.

O projeto, uma espécie de segundo doutorado, era ambicioso. Pretendia explicar as razões históricas para o fracasso educacional brasileiro – a patente incapacidade do país, ao longo da maior parte de sua história, de colocar crianças na escola e ensiná-las a ler, escrever e fazer conta. Mas o trabalho, que acumulava centenas de horas de pesquisa e dezenas de páginas escritas, tardava a ser apresentado ao departamento.

SÓ PARA ASSINANTES.

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site, inclusive imagens, logotipos, fotografias e podcasts, são de propriedade da revista piauí ou de seu criador original. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo aqui disponibilizado, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia da revista ou do titular dos direitos autorais.

ASSINANTE PIAUÍ

Use o mesmo e-mail e senha cadastrados no site da Ed. Abril no ato da assinatura. Esqueceu a senha ou o e-mail ?