carta do Reino Unido I

Sem almoço no FT

Martin Wolf alerta para os perigos da aliança entre a classe trabalhadora e a direita xenófoba

Rafael Cariello
O baixo crescimento crônico do mundo rico e o aumento da desigualdade podem ameaçar a democracia, diz Wolf; populismos de direita, como o 

de Trump, vieram para ficar
O baixo crescimento crônico do mundo rico e o aumento da desigualdade podem ameaçar a democracia, diz Wolf; populismos de direita, como o de Trump, vieram para ficar ILUSTRAÇÃO: @PEJAC_ART / WWW.PEJAC.ES

No dia em que o Reino Unido decidiu se separar da União Europeia, Martin Wolf foi se deitar cedo. “Nunca fico acordado esperando o resultado de eleições”, disse o jornalista, há vinte anos responsável pela principal coluna de análise econômica e política do Financial Times. Wolf é um dos mais influentes comentaristas de economia do mundo, seguido com atenção por vencedores do prêmio Nobel, presidentes de bancos centrais, grandes investidores. O tipo de influência que ele exerce tem menos a ver com o sobe e desce das Bolsas, com o frisson cotidiano de fazer ou perder dinheiro, do que com o velho adágio de que o jornalismo é o “rascunho da história”. No seu caso, por orientar a compreensão que a elite global tem do mundo, a fórmula continua a valer. “Gosto de dormir bem”, explicou. “Fui para a cama sem saber o resultado do plebiscito.”

Levantou-se na manhã seguinte um pouco antes das seis – “minha mulher ainda estava dormindo” – e ligou o computador. Havia se comprometido a escrever uma coluna sobre a decisão tomada pelos eleitores britânicos, a ser publicada na versão online do jornal. Disse ter ficado insatisfeito, mas não completamente surpreso, ao saber que 52% dos seus conterrâneos tinham preferido, na véspera, deixar de fazer parte do bloco político e econômico europeu.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Rafael Cariello

Rafael Cariello foi repórter e editor da piauí. Também foi editorialista e correspondente da Folha de S.Paulo em Nova York

Leia também

Últimas Mais Lidas

A marca de Roth

Influência do autor de O Complexo de Portnoy, que morreu aos 85 anos em Nova York, é cada vez mais poderosa

“Me deixe fora desse balaio”

Conheça a rotina e o pensamento de Muniky Moura, a eleitora “nem nem” – que, como 43% do eleitorado, rejeita Lula e Bolsonaro e costuma decidir a eleição

Político mais popular no Facebook não fala de política na rede

Deputado federal baiano Irmão Lázaro atribui seus 8,5 milhões de seguidores a não postar sobre o que faz no Congresso: “É uma gritaria”

Um estudante contra o presidente

Garoto de 20 anos fala na cara de Daniel Ortega que ele é o responsável por 58 mortos na repressão aos protestos na Nicarágua e discurso viraliza. À piauí, o estudante se diz ameaçado

A Batalha de Argel, Um Filme Dentro da História – interessante e excessivo

Realização tardia e bem-sucedida do neorrealismo parece um documentário, mas é encenado do primeiro ao último plano

Foro de Teresina #1: justiçamento, abraço de gambá e túnel do tempo

Confira a estreia do podcast de política da rádio piauí com Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e José Roberto de Toledo. A partir de hoje, o Foro vai ao ar toda quinta-feira, às 17h

O racismo como razão de voto

Um roteiro para entender a pesquisa mais reveladora feita sobre a eleição de Trump – e o que ela diz sobre o pleito no Brasil em 2018

Com candidato preso, PT deixa de aparecer para 400 mil eleitores na tevê e internet

Partido já perdeu mais de quatro horas de exposição em debates e entrevistas na televisão aberta desde a prisão de Lula

Vem aí a rádio piauí

Plataforma estreia nesta quinta-feira, 17 de maio, com o podcast de política Foro de Teresina. Confira nosso guia para ouvir os episódios em casa ou na rua

Saiba como foi cada mesa da Maratona Piauí Serrapilheira

Vida, vulcões, clima, água e gestão da ciência: cinco grandes cientistas falaram sobre suas áreas de pesquisa

Mais textos