esquina

Volta às origens

Depois do crime, o exílio

Tiago Coelho
ILUSTRAÇÃO: ANDRÉS SANDOVAL_2016

Com um turbante colorido, salpicado de desenhos tribais africanos, Pedro Alvarenga desce o morro do Vidigal, no Leblon. São sete da manhã. Por volta das nove, precisa estar no outro lado da cidade para uma aula de estética. No sopé do morro, pega o primeiro dos dois ônibus que o levarão até a Ilha do Fundão, onde se localiza o campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a UFRJ. Enquanto faz o trajeto, observa a paisagem mudar drasticamente. Na orla da Zona Sul, as grades que rodeiam os prédios o incomodam. “O medo virou o principal afeto do Rio”, comenta um tanto aflito, talvez sentindo o peso de usar como sinônimo palavras quase antagônicas – medo e afeto. Depois de atravessar o túnel Santa Bárbara, desemboca no Centro e avalia a Zona Portuária, reconstruída para os Jogos Olímpicos. “Chamam de revitalização o que se deu aqui, só que as obras soterraram o passado.” Na Zona Norte, avista a favela da Maré e se impressiona com a imensidão da comunidade. “É precária, mas potente, viva.” Quando finalmente chega à Ilha do Fundão, desce em frente ao prédio modernista que abriga a Escola de Belas Artes e vai para o 7º andar.

Terminada a aula, caminha em silêncio até a janela da sala. “Foi ali que encontraram o Diego”, diz, enquanto aponta para a Baía de Guanabara. “Preto, pobre e viado, como eu. Quem o matou deve continuar por aí.”

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Tiago Coelho

Tiago Coelho é repórter da piauí e roteirista

Leia também

Últimas Mais Lidas

Um estudante contra o presidente

Garoto de 20 anos fala na cara de Daniel Ortega que ele é o responsável por 58 mortos na repressão aos protestos na Nicarágua e discurso viraliza. À piauí, o estudante se diz ameaçado

A Batalha de Argel, Um Filme Dentro da História – interessante e excessivo

Realização tardia e bem-sucedida do neorrealismo parece um documentário, mas é encenado do primeiro ao último plano

Foro de Teresina #1: justiçamento, abraço de gambá e túnel do tempo

Confira a estreia do podcast de política da rádio piauí com Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e José Roberto de Toledo. A partir de hoje, o Foro vai ao ar toda quinta-feira, às 17h

O racismo como razão de voto

Um roteiro para entender a pesquisa mais reveladora feita sobre a eleição de Trump – e o que ela diz sobre o pleito no Brasil em 2018

Com candidato preso, PT deixa de aparecer para 400 mil eleitores na tevê e internet

Partido já perdeu mais de quatro horas de exposição em debates e entrevistas na televisão aberta desde a prisão de Lula

Vem aí a rádio piauí

Plataforma estreia nesta quinta-feira, 17 de maio, com o podcast de política Foro de Teresina. Confira nosso guia para ouvir os episódios em casa ou na rua

Saiba como foi cada mesa da Maratona Piauí Serrapilheira

Vida, vulcões, clima, água e gestão da ciência: cinco grandes cientistas falaram sobre suas áreas de pesquisa

AO VIVO: assista à Maratona Piauí Serrapilheira

Evento reúne grandes cientistas para falar sobre o futuro próximo da ciência brasileira

De Sanctis, de proscrito a guru

Depois de sete anos na geladeira, o juiz Fausto De Sanctis está de volta à área criminal – e é procurado para conselhos por colegas como Bretas

Saiba como acompanhar a Maratona

Haverá cobertura e transmissão ao vivo pela internet

Mais textos