o que publicamos

A semana no site da piauí

As mudanças no comando da Oi, o antipetismo estratégico de Ratinho, as dúvidas sobre a autoria de originais deixados por Niemeyer e outras histórias

15dez2017_18h45
O “companheiro” Ratinho com uma foto autografada por Lula em 2003
O “companheiro” Ratinho com uma foto autografada por Lula em 2003 FOTO: BRUNO STUCKERT_FOLHAPRESS

Em um plano revelado na última segunda-feira, os atuais controladores da Oi perdem espaço no comando da maior operadora de telefonia fixa do Brasil. Pela proposta, os credores também mandam. A mudança era tudo o que o empresário Nelson Tanure tentava evitar. Seus adversários ganham poder até mesmo para indicar conselheiros, conta a repórter Consuelo Dieguez.

Consuelo já havia escrito sobre a briga pelo controle da empresa no final de novembro, na reportagem Jogo sujo na Oi, que detalha as acusações de espionagem, chantagem e ameaças de morte que pesam contra Tanure.

Ex-amigo de Lula, o apresentador Ratinho apela à onda antipetista para fazer de Ratinho Junior governador do Paraná. Ratinho pai guarda mágoa da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, por uma declaração dela em 2012. E, em uma conversa com o repórter Rafael Moro Martins, relembra o caso em termos duros: “Ela desqualificou o meu filho e se tornou minha inimiga. Eu quero que ela morra.” Leia aqui.

Há seis meses, o célebre escritório de Oscar Niemeyer foi desativado. Na reportagem O gênio abandonado, a repórter Elisângela Mendonça revela que, por trás do fechamento, estão 70 mil reais em dívidas, risco de penhora e dúvidas sobre a autoria de projetos deixados pelo arquiteto.



Depois de assistir à pré-estreia de”Lumière! A Aventura Começa”, coletânea que devolve parte da filmografia dos irmãos Lumière às telas dos cinemas, Eduardo Escorel escreve sobre a invenção do Cinematógrafo Lumière. Patenteada em 1895, a câmera a manivela filmava, revelava e projetava na tela uma sucessão de imagens estáticas, cada uma quase idêntica à seguinte, que criavam a ilusão de reproduzirem o movimento.

questões de traço e letra, por Dedé Laurentino:

Leia também

Últimas Mais Lidas

O Minotauro da fronteira 

Como um dos chefes do PCC deixou um rastro de mortes e corrupção no Paraguai

Na piauí_167

A capa e os destaques da revista de agosto

Dispositivo de alerta

Morador provisório do Alvorada mostrou não estar à altura do cargo para o qual foi eleito, assim como seu clã de três zeros

Bolsonaro, o favorito?

Se não aumentar atual taxa de aprovação, presidente chegará a 2022 em situação desconfortável; até lá, arma a retranca e joga a torcida contra o juiz

No app da inclusão

Jovens negros da periferia apostam na tecnologia como ferramenta contra o racismo

Foro de Teresina #111: A república rachada de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Álcool, pancadas na cabeça e poluição, novos riscos para o Alzheimer

Teste aponta propensão para a doença vinte anos antes de sintomas aparecerem; estudo inédito identifica três novos fatores a evitar para não desenvolver o mal

Moral religiosa é mais forte no Brasil do que em países com renda parecida 

Diretor de escola de Oxford analisa pesquisa global do Pew Research sobre moralidade e fé e explica por que a cultura brasileira faz do país um ponto fora da curva na questão

Mortes visíveis – o reencontro de Sérgio Ricardo, Dib Lutfi e Glauber Rocha

Contaminados pelo novo coronavírus, milhares de mulheres e homens perderam a vida – morreram de Brasil

Mais textos
2

Deus e o Diabo estão nos detalhes

Notas sobre a importância do desimportante

4

A morte e a morte do Capitão América

Baudrillard, o franco-atirador da teoria de que tudo é ilusão, mandou o Capitão América desta para a pior

5

Por que as crianças gostam de Valtidisnei

De como me perdi de minha família ao ver Pinocchio, fui parar num reformatório, e a reencontrei numa sessão de Bambi

6

Carbonos do pop

Falsos gringos e indústria cover no lado B da canção brasileira

7

A guerra do Cashmere

Como João Doria Júnior se tornou candidato a prefeito e implodiu o PSDB de São Paulo

8

Dentro do pesadelo

O governo Bolsonaro e a calamidade brasileira

9

Falta combinar no WhatsApp

Por 24 horas, a piauí acompanhou quatro grupos de caminhoneiros no aplicativo; viu minuto a minuto eles se insurgirem contra as forças federais, desprezarem o acordo de Temer e se negarem a encerrar a paralisação

10

O matemático que deu profundidade à superfície

Geômetra Manfredo do Carmo, fundador de seu campo de pesquisa no Brasil e pesquisador emérito do Impa, morre aos 89 anos