anais da ciência

Britânico tem medalha furtada após premiação

Câmeras registraram imagem de suspeito, mas nenhuma prisão foi feita

Bernardo Esteves
01ago2018_16h35
Ao centro na imagem, o britânico Caucher Birkar recebe a medalha do ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva (à esquerda), e do presidente da União Matemática Internacional, Shigefumi Mori (à direita)
Ao centro na imagem, o britânico Caucher Birkar recebe a medalha do ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva (à esquerda), e do presidente da União Matemática Internacional, Shigefumi Mori (à direita) FOTO: MARCOS ARCOVERDE/ICM

Eram quase 10 horas da manhã quando o nome do britânico Caucher Birkar foi anunciado como um dos quatro ganhadores da medalha Fields, o maior prêmio da matemática. O laureado recebeu do ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, e do presidente da União Matemática Internacional, Shigefumi Mori, a medalha com seu nome gravado na borda. A peça é feita de ouro maciço, tem 6,35 centímetros de diâmetro e vale aproximadamente 15 800 reais (a láurea inclui ainda um prêmio em dinheiro de 15 mil dólares canadenses, cerca de 43 mil reais).  

Birkar passou pouco mais de uma hora de posse de sua medalha. Ao fim da cerimônia de abertura do congresso, enquanto ele e os outros medalhistas atendiam a pedidos de fotos com os participantes, a pasta em que ele havia guardado a sua Fields foi furtada.O britânico comunicou a organização do evento e não participou da coletiva de imprensa com os demais medalhistas.

Um homem suspeito de cometer o crime foi identificado em imagens das câmeras de segurança, conforme apurou a piauí – ele estaria de posse de uma mochila na qual teriam sido encontrados alguns pertences de Birkar. A organização do evento confirma apenas que as imagens das câmeras estão sendo analisadas e um boletim de ocorrência está sendo registrado. Até as 16h30 desta quarta-feira, ninguém havia sido preso.

No sábado, os organizadores do congresso entregaram uma nova medalha ao matemático.

*

Este texto foi reeditado em 4/8/2018.

Bernardo Esteves (siga @besteves no Twitter)

Repórter da piauí desde 2010, é autor do livro Domingo é dia de ciência, da Azougue Editorial

Leia também

Relacionadas Últimas

Brasil recebe maior evento da matemática mundial

Mas país fica sem medalha Fields, o prêmio mais importante da disciplina, que vai para Alemanha, Austrália, Itália e Reino Unido

Mulheres de “facção”

Sem emprego formal, costureiras trabalham até 14 horas por dia para intermediários da indústria da moda, as chamadas “facções”

Olavo interrompido

Guru do governo Bolsonaro tem participação na Cúpula Conservadora das Américas frustrada pelo meio que o fez famoso, a internet

Não é só pelos 6 centavos de euro

Quem são e o que pensam os “coletes amarelos” e como lideraram um movimento popular e populista que paralisa a França há três semanas

Expansionista, Guedes sofre sua primeira derrota

Futuro ministro da Economia incluiu Apex na estrutura da sua pasta, mas perdeu a agência de comércio após disputa com Itamaraty

A vingança do analógico

Precisamos reaprender a usar a internet

Os pequenos passos do astronauta Marcos Pontes

Em reunião com cientistas em Brasília, futuro ministro da Ciência e Tecnologia mostrou ainda não estar pronto para se despir do macacão de palestrante de autoajuda

Foro de Teresina #30: A briga pelo Senado, os generais de Bolsonaro e a política do futebol

Podcast da piauí analisa os fatos da semana na política nacional

Maria Vai com as Outras ao vivo: Andréia Sadi e a mulher no jornalismo

O programa especial foi gravado no Festival piauí GloboNews de Jornalismo

Guedes e Itamaraty brigam por comércio exterior

Sem combinar um com o outro, futuros ministros da Economia e das Relações Exteriores incluem sob seu comando a agência de promoção de investimentos fora do país

O homem-viaduto

Sem-teto vive dentro de um buraco no elevado mais famoso de São Paulo; como o Minhocão, 73 pontes e viadutos têm problemas estruturais na cidade

Mais textos
1

Os pequenos passos do astronauta Marcos Pontes

Em reunião com cientistas em Brasília, futuro ministro da Ciência e Tecnologia mostrou ainda não estar pronto para se despir do macacão de palestrante de autoajuda

2

Não é só pelos 6 centavos de euro

Quem são e o que pensam os “coletes amarelos” e como lideraram um movimento popular e populista que paralisa a França há três semanas

3

Olavo interrompido

Guru do governo Bolsonaro tem participação na Cúpula Conservadora das Américas frustrada pelo meio que o fez famoso, a internet

4

Expansionista, Guedes sofre sua primeira derrota

Futuro ministro da Economia incluiu Apex na estrutura da sua pasta, mas perdeu a agência de comércio após disputa com Itamaraty

6

O homem-viaduto

Sem-teto vive dentro de um buraco no elevado mais famoso de São Paulo; como o Minhocão, 73 pontes e viadutos têm problemas estruturais na cidade

7

Guedes e Itamaraty brigam por comércio exterior

Sem combinar um com o outro, futuros ministros da Economia e das Relações Exteriores incluem sob seu comando a agência de promoção de investimentos fora do país

8

A baleia branca de Rodolfo Landim

O ex-executivo de Eike Batista julga ser responsável por parte considerável do sucesso empresarial do homem mais rico do Brasil. Agora, com a obstinação de quem não gosta de perder nem pelada, parte para buscar o que considera seu

9

A vingança do analógico

Precisamos reaprender a usar a internet

10

O pior está por vir

Polarização, teorias conspiratórias, ataques à imprensa – como uma democracia pode acabar