festival

Começou a venda de ingressos para a sexta edição do encontro de jornalistas

Evento acontecerá no fim de semana de 5 e 6 de outubro, no auditório da Faap, em Higienópolis, São Paulo

10set2019_15h10

Em tempos de radicalização política e avanço do autoritarismo, o FESTIVAL PIAUÍ DE JORNALISMO vai abordar a reação de governantes contra o trabalho de jornalistas de várias partes do mundo.

Durante os dias 5 e 6 de outubro, no auditório da FAAP em São Paulo, repórteres e editores da Europa, Estados Unidos, Oriente Médio e América Latina relatarão os obstáculos interpostos por agentes do Estado e explicarão como, apesar disso, eles conseguem apurar e publicar suas reportagens.

Sob o mote quando a imprensa se torna o adversário, os convidados estrangeiros, que virão ao Brasil especialmente para o Festival, conversarão com jornalistas da piauí e de outros importantes órgãos da imprensa nacional.

A curadoria é de José Roberto de Toledo, editor-executivo do site da piauí.

As mesas terão uma 1hora e 20 minutos de duração com intervalos de 40 minutos, e os ingressos já estão à venda.

Assinantes da piauí podem comprar com desconto. Estudantes e professores pagam meia-entrada.

 

Todos os ingressos poderão ser parcelados em até 12 vezes no cartão de crédito.

Compre aqui o seu ingresso.

Convidados, mediadores e equipe do Festival 2018 .                                              Foto: Renato Parada

 

 

Leia Também

Relacionadas Últimas

Festival Piauí de Jornalismo – Quando a imprensa se torna o adversário

Editor-executivo do site da piauí e curador do Festival, José Roberto de Toledo comenta o tema desta edição

Piotr Pacewicz e a defesa dos direitos humanos na Polônia

No Festival ele vai falar de jornalismo investigativo e a imprensa durante dominação comunista no país

A relevância do trabalho de Jane Mayer para a imprensa americana

Chefe da sucursal da revista The New Yorker em Washington, ela foi pioneira na cobertura da Casa Branca

A sentença de prisão de Pelin Ünker por fazer jornalismo na Turquia

Repórter foi acusada de calúnia e difamação por publicar reportagens que citava ex-primeiro ministro

A prisão forjada do repórter russo Ivan Golunov

A acusação por porte de drogas foi considerada uma tentativa de silenciar o jornalista do portal "Meduza"

Acompanhe a transmissão ao vivo da segunda Maratona Piauí CBN de Podcast

Encontro está sendo transmitido em áudio e em vídeo nos sites e redes sociais da piauí e da CBN

A história e os bastidores do Foro de Teresina

Apresentadores relembram início do programa, que completa um ano esta semana

Conteúdo patrocinado e anunciantes estão entre os principais modelos de financiamento

Diretor da CBN diz que programas em áudio são caminho para formar novos ouvintes

Interação com o público ajuda a ganhar e manter audiência

Fidelidade de ouvintes pode se transformar em financiamento coletivo e ajudar a manter podcasts

Os desafios e a rotina de contar histórias em podcast

Roteiro capaz de amarrar narrativas é segredo para um bom programa; dificuldade de financiamento é cotidiana

Mais textos
2

E se ele for louco?

Suspeitar da sanidade mental de Bolsonaro não permite encurtar caminho para afastá-lo; saída legal é o impeachment

4

Resultado de teste de covid-19, só um mês depois do enterro

Se Brasil repetir padrão chinês, hospitalizações por síndromes respiratórias graves apontam para 80 mil casos no país

6

Não tenho resposta para tudo

A vida de uma médica entre seis hospitais e três filhos durante a pandemia

7

Direito à despedida

As táticas de médicos e famílias para driblar a solidão de pacientes de covid-19 nas UTIs

8

Separados pelo coronavírus

Ao falar contra isolamento, Bolsonaro surpreende até Bannon, favorável à quarentena total; no Brasil, cúpula do Congresso teme autoritarismo e evita confronto direto

9

Onze bilhões de reais e um barril de lágrimas

Luis Stuhlberger, o zero à esquerda que achava que nunca seria alguém, construiu o maior fundo multimercado fora dos Estados Unidos e, no meio da crise, deu mais uma tacada

10

Uma esfinge na Presidência

Bolsonaro precisa do impeachment para fazer sua revolução