=igualdades

Conta de luz do Brasil pode ficar R$ 2,7 bilhões mais cara que em junho do ano passado

Hellen Guimarães, João Gado F. Costa, Antonio S. Piltcher e Renata Buono
09jun2021_09h00

Em junho de 2020, o Brasil consumiu 35.630 GWh de energia elétrica. Considerando um consumo similar para o mesmo mês deste ano, a conta de luz do Brasil pode subir R$ 2.697.547.300 em junho de 2021.

Isso porque, diante do quadro de crise hídrica e da dependência do Brasil em relação às hidrelétricas, que correspondem a 65% da matriz elétrica do país, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determinou para junho a bandeira tarifária vermelha 2, a mais cara. Para o consumidor, isso significa que, a cada 100 kWh de energia que usar, pagará R$7,57 extras em cima do preço habitual.

Fonte: Resenha Mensal de Energia Elétrica Julho 2020 (dados referentes a Junho/2020) e ANEEL Revisão das Bandeiras Tarifárias

Hellen Guimarães (siga @HellenGuimaraes no Twitter)

Repórter da piauí. Trabalhou em O Globo, Extra, Época e Agência Lupa

João Gado F. Costa (siga @jgfcosta no Twitter)

É repórter do Pindograma, site de jornalismo de dados, e estudante de linguística na Universidade de Columbia, em Nova York.

Antonio S. Piltcher (siga @pindograma no Twitter)

É cientista de dados do Pindograma, site de jornalismo de dados, e estudante de filosofia e ciência da computação na Universidade de Columbia, em Nova York.

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

O padre, o filho e a pensão alimentícia

Justiça manda religioso pagar três salários mínimos mensais a ex-fiel que diz ter tido um romance e um filho com ele; o padre nega

Pela simplificação dos planos diretores

Legislação complicada e genérica precisa ser substituída por outra capaz de ser entendida pela população

O encalhe de Pantanal e Dona Beija

Acervo com mais de 25 mil fitas da Rede Manchete vai a leilão, mas não atrai nenhum comprador

Foro de Teresina #154: Boom, bola e bolso

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Dias de alívio e de pranto

Vestibulanda relata angústia de ver sua avó, vacinada, se recuperar da Covid, enquanto um amigo chorava a morte do pai, sem vacina

Pressão oficial contra o aborto legal

Após pressão de conservadores, Ministério da Saúde publica nota condenando o aborto por telemedicina, adotado na pandemia

Mais textos