Festival Piauí GloboNews de jornalismo

festival 2015 | Daniel Alarcón e o jornalismo narrativo da Rádio Ambulante

Para mostrar como são suas reportagens em áudio, o jornalista peruano preparou uma apresentação diferente

21out2015_12h31
Foto: Tuca Vieira
Foto: Tuca Vieira

Representante das novas mídias no Festival Piauí GloboNews 2015, Daniel Alarcón deu início a sua apresentação de forma inusitada: preparou uma performance ao vivo de um episódio “Postal de San Salvador”, de sua Radio Ambulante. Narrando e comandando a entrada dos áudios da entrevista direto do palco, o escritor e jornalista prendeu o público com uma das histórias de sua rádio-web – sobre como até mesmo os pequenos detalhes da vida dos cidadãos salvadorenhos é influenciada pelas facções.

Em seguida, Alarcón conversou sobre sua trajetória até chegar ao rádio com a repórter da piauí e responsável pelos podcasts nos sites da revista, Paula Scarpin, e com o diretor de jornalismo da TV Bandeirantes, André Luiz Costa. Ele contou como o rádio foi presente em sua vida desde a infância, e como desdobramentos de seu primeiro romance, Rádio Cidade Perdida, catapultaram sua ideia de criar um projeto que desse voz para personagens latinos.

Consumidor de programas da rádio pública americana e da nova geração de podcasts que tem sido chamada de uma “Nova Era de Ouro do Rádio”, o peruano radicado nos Estados Unidos quis trazer este fenômeno para a América Latina. Sua ideia era empregar no rádio a tradição da crónica latino-americana, ou jornalismo narrativo. Para isso, pretendia montar uma equipe de latinos produzindo histórias da América Latina para um público latino.

Alarcón contou que, num primeiro momento, seu projeto foi encarado com ceticismo por produtores que não acreditavam nesta unidade latina que ele propunha, e que o público só estaria interessado em ouvir histórias de seus respectivos países. Hoje, no entanto, a Radio Ambulante apresenta números em expansão e conta com 620 mil seguidores e tem equipe em sete países.

Questionado sobre o que seria uma boa história para ser veiculada pela Radio Ambulante, Daniel disse que, apesar de seu interesse por assuntos relacionados a direitos humanos dar a tônica da programação, ele tenta variar os temas. Seu objetivo principal é prender a atenção do espectador:  “Escrever para o rádio é como se você estivesse num bar com amigos contando uma boa história. Uma vez, vimos o tuíte de uma pessoa em Nova York que perdeu o ponto do metrô porque estava ouvindo a Radio Ambulante. Isso, para mim, foi um golaço.”

Leia Também

Últimas Mais Lidas

Acompanhe a transmissão ao vivo da segunda Maratona Piauí CBN de Podcast

Encontro está sendo transmitido em áudio e em vídeo nos sites e redes sociais da piauí e da CBN

A história e os bastidores do Foro de Teresina

Apresentadores relembram início do programa, que completa um ano esta semana

Conteúdo patrocinado e anunciantes estão entre os principais modelos de financiamento

Diretor da CBN diz que programas em áudio são caminho para formar novos ouvintes

Interação com o público ajuda a ganhar e manter audiência

Fidelidade de ouvintes pode se transformar em financiamento coletivo e ajudar a manter podcasts

Os desafios e a rotina de contar histórias em podcast

Roteiro capaz de amarrar narrativas é segredo para um bom programa; dificuldade de financiamento é cotidiana

Mais textos
1

Léros Léros em Itaipu

Brasil se recusa a pagar prejuízo de US$ 54 milhões; presença de suplente do PSL em reuniões binacionais aumenta crise e atrapalha renegociação para 2023

2

“Poderia ter sido eu a morrer ali no ponto de ônibus”

Como a morte espreita a juventude negra no Rio de Janeiro, estado com maior taxa de homicídios em ações policiais

3

Vítimas de Mariana cobram R$ 25 bi de mineradora BHP na Inglaterra

Juiz deve decidir em junho se vai julgar o processo, o maior em número de vítimas da história do Reino Unido

4

Presos da Lava Jato unidos contra os ratos e o tédio

Condenados por crimes de colarinho-branco já caçaram roedores e fizeram faxina em complexo penal; transferidos para hospital penitenciário e sem ter o que fazer, gastam o tempo com dominó  

6

A guerra contra o termômetro

Quando chegam más notícias sobre o desmatamento, os governos atacam o emissário

9

Bacurau – celebração da barbárie

Filme exalta de modo inquietante parceria entre povo desassistido e bandidos

10

Cortes de Bolsonaro emperram pesquisa para deter câncer incurável no cérebro

Sem bolsas federais, pesquisadora aprovada em primeiro lugar na UFRJ atrasa estudo sobre vírus da zika como arma contra tumor