Igualdades

Doenças que não acabam mais

Emily Almeida e Renata Buono
03jun2019_09h02

Em 2016, a Organização Panamericana de Saúde concedeu ao Brasil a certificação de país livre do sarampo – nenhum caso foi registrado em 2016 e 2017. Em 2018, porém, a doença ressurgiu, e o Ministério da Saúde tem notificado inúmeros casos, especialmente na região Norte, associados, em parte, ao surto que atinge a Venezuela. Com isso, o Brasil perdeu o certificado de erradicação da doença. A sífilis, doença sexualmente transmissível, também cresceu em números alarmantes entre as grávidas a partir de 2008. No município do Rio de Janeiro, na contramão do país, os casos de chicungunha subiram e superam todos os registros da cidade no ano passado. A seção =igualdades desta semana traz comparações sobre algumas das doenças reemergentes no Brasil.

Depois de dois anos sem nenhum caso de sarampo, o Brasil teve 10,3 mil casos confirmados da doença em 2018.

O número de casos de sarampo no Brasil em 2018 é 28 vezes maior que o registrado no mesmo ano nos Estados Unidos (372), onde a doença também vem crescendo.

O estado do Amazonas concentrou, em 2018, 95% dos casos de sarampo, com 9.803 notificações. Já São Paulo, estado mais populoso do país, teve 3 registros no mesmo período. Ou seja, para cada caso confirmado em São Paulo, há 3.268 no Amazonas.

O número de casos de sífilis em grávidas dobrou de 28.699 em 2014 para 59.022 em 2018.

A sífilis em gestantes ocorre em todas as regiões do país. A região Norte concentra a maior taxa de incidência, com 31 casos por 100 mil habitantes. A menor está no Nordeste, com 25 casos.

A chance de uma gestante contrair sífilis é 3 vezes maior aos 30 anos do que aos 17 anos.

O número de casos de chicungunha caiu este ano no Brasil em comparação com 2018. Na cidade do Rio, porém, a doença cresce: somente nos primeiros cinco meses de 2019, foram 14 mil casos de chicungunha – mais que os 11 mil registrados em todo o ano de 2018.

Fontes: Ministério da Saúde; Centers for Disease Control and Prevention; Prefeitura do Rio de Janeiro.

Emily Almeida (siga @emilycfalmeida no Twitter)

Repórter da piauí

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

leia mais

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #85: A política de Moro, os negócios de Wajngarten e o nazismo na Cultura

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Os ‘facilitadores’ que ajudaram a família Santos a acumular fortuna

De empresários a contadores, passando por consultores e advogados, a rede de relações que a mulher mais rica da África construiu para proteger seu império

Como o dinheiro desviado de Angola veio parar na Paraíba 

Inquérito da PF obtido pela Pública acusa político próximo do ex-presidente angolano José  Eduardo dos Santos e sua filha Isabel dos Santos de lavar dinheiro de corrupção no Nordeste

Uma Mulher Alta – título banal, belo filme

Inspirado em livro de jornalista vencedora do Nobel, filme aborda traumas de duas ex-combatentes

O império de Isabel

Como a filha do ex-presidente de Angola aproveitou o poder político do pai para, com empresas de fachada e informações privilegiadas, se tornar a mulher mais rica da África

Prejuízo em cacho

Petrobras enterra centenas de milhões de reais em projeto de  biocombustível a partir do dendê – que não produziu nem um litro de óleo

Foro de Teresina #84: Ascensão evangélica, Democracia em Vertigem e a Aliança pelo Brasil

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O Paraíso Deve Ser Aqui – o que sobrará da mediocridade imposta?

Humor lacônico de cineasta palestino faz refletir sobre como estado policial estende seus tentáculos pelo mundo

Mais textos
3

Prejuízo em cacho

Petrobras enterra centenas de milhões de reais em projeto de  biocombustível a partir do dendê – que não produziu nem um litro de óleo

4

Como o dinheiro desviado de Angola veio parar na Paraíba 

Inquérito da PF obtido pela Pública acusa político próximo do ex-presidente angolano José  Eduardo dos Santos e sua filha Isabel dos Santos de lavar dinheiro de corrupção no Nordeste

5

O algoritmo da ágora

A política dos extremos no YouTube

6

O império de Isabel

Como a filha do ex-presidente de Angola aproveitou o poder político do pai para, com empresas de fachada e informações privilegiadas, se tornar a mulher mais rica da África

7

A epidemia de doença mental

Por que cresce assombrosamente o número de pessoas com transtornos mentais e de pacientes tratados com antidepressivos e outros medicamentos psicoativos

8

Foro de Teresina #85: A política de Moro, os negócios de Wajngarten e o nazismo na Cultura

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana