=igualdades

Dos pensionistas que devem à União, 79% estão endividados com Imposto de Renda da Pessoa Física

Luigi Mazza e Renata Buono
05ago2021_09h36

A dívida mais comum entre os pensionistas do governo federal é com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Dos 17,4 mil parentes de servidores que recebem pensões e estão inscritos na Dívida Ativa da União, 13,7 mil – ou seja, 8 a cada 10 – têm contas a acertar com esse imposto. Essas dívidas com a declaração do IRPF somam R$ 386,9 milhões, segundo dados de março da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Os dados foram revelados pela Fiquem Sabendo, agência de dados especializada na Lei de Acesso à Informação (LAI), que cruzou os registros de pensões com a lista de devedores da União.

A segunda dívida mais comum entre os pensionistas é com a contribuição que empresas devem dar ao INSS com base em sua folha salarial – 1,5 mil pensionistas endividados incorrem nesse problema. Levando em conta o valor total das dívidas, porém, a maior de todas é a dívida com o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ): os pensionistas do governo federal somam R$ 456 milhões não pagos a esse tributo. Entre os beneficiários de pensões, há 670 que estão negativados com a declaração do IRPJ.

A maioria dos pensionistas endividados tem apenas um débito a quitar com o governo (são 14,6 mil pessoas nessa situação). Uma minoria de 337 pensionistas acumula cinco dívidas ou mais, de diferentes naturezas.

Fontes: Agência Fiquem Sabendo, com dados do Portal da Transparência e do Portal de Dados Abertos

Luigi Mazza (siga @LuigiMazzza no Twitter)

Repórter da piauí

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

Matemática que multiplica horas e projetos

Universitário do interior de Alagoas conta como realizou o sonho de conquistar medalhas em olimpíadas científicas e hoje incentiva outros jovens a participar dos concursos

O fim do dinheiro no país dos pixelados

Com o Pix a pleno vapor, cai a circulação de papel-moeda e bancos fecham cada vez mais agências; economia digital, no entanto, ainda exclui parte dos brasileiros

No rastro da Covaxin

Assim como a PF, a piauí vem investigando a Precisa Medicamentos e o escândalo da vacina indiana. Para entender melhor o caso, confira o roteiro do que já publicamos

Foro de Teresina #168: Bolsonaro janta os salvadores da pátria

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Quando a cruz vira espada

Seguindo o manual dos autocratas, Bolsonaro apela à radicalização religiosa para dividir o país e corroer ainda mais a democracia

Mais textos