Na revista

piauí_165

Junho_2020

piauí_165, ciranda brasileira, a dança, henri matisse
ou
Ver Todas

questões político-culturais

Regina no país dos olavistas

Os 77 dias em que a atriz foi triturada pela polícia ideológica do governo Bolsonaro

João Gabriel de Lima

tempos da peste

O jogo dos dois erros

Por que Bolsonaro se equivoca ao minimizar a pandemia e ao tentar se eximir da crise econômica

Daniela Campello e Cesar Zucco

anais da diplomacia

No parquinho das potências

Os bastidores inéditos da ação externa mais arrojada do Brasil em décadas – e os efeitos do seu fracasso

Malu Gaspar

tempos da peste

Caçadores de mentiras

Comer alho cru? Beber álcool puro? Aviões chineses aspergindo o vírus? Eis o incansável trabalho dos checadores na pandemia

Consuelo Dieguez

tempos da peste

Tesão em quarentena

Dias e noites de uma cam girl durante a pandemia

Pamela Santana

tempos da peste

O arauto da cloroquina

Ele era uma estrela da ciência – até que propôs uma cura para a Covid-19

Scott Sayare

questões midiáticas

Uma nova imprensa

Como os jornais perderam o passo na era da informação virtual

Rodrigo Mesquita

tempos da peste

A dupla exclusão

Como a quarentena joga luz sobre as crises do clima e das cidades

Roberto Andrés

tempos da peste

A geopolítica do “vírus chinês”

A disputa do século entre Washington e Pequim – e o que o Brasil tem a ver com isso

Marcos de Azambuja

questões vernaculares

A gestação do menino diabo

Como traduzir Memórias Póstumas de Brás Cubas para o inglês com dicionários frágeis e bases de dados gigantescas

Flora Thomson-DeVeaux

piauí herald

The BolsozApp Herald

A rede social mais proctológica do Brasil

Olegário Riporramar

tempos da peste

Minha casa, meu cenário

A intimidade doméstica ganha espaço inédito na tevê e na internet

Giselle Beiguelman

tempos da peste

Antes do coronavírus

Somos todos de lugar nenhum, e lugar nenhum é onde terminamos

Jamaica Kincaid

poesia

Ancestral

Para Nica, minha mãe e meu pai

cartuns

Cartuns de Adão Iturrusgarai

Adão Iturrusgarai

esquina

A origem do medo

O país onde a fome assusta mais que a Covid-19

Mónica Baró Sánchez

Testes privilegiados

O dia em que a elite precisou recorrer aos serviços da saúde pública

Selma Inocência

Hanói vence outra vez

Uma das batalhas mais bem-sucedidas do mundo contra o novo coronavírus

Wagner Lacerda Dantas

Dupla quarentena

Como a pandemia estendeu por semanas o habitual isolamento de inverno

Luciano Dutra

Corona! Corona!

Em poucos dias, cinquenta cães foram despachados às pressas para o exterior

Giulia Paravicini

Aviões de volta ao céu

Tudo se agravou depois de um jogo de vôlei com um time italiano

Beatriz Portugal

Arquitetura da demolição

Em meio à pandemia, o governo destrói o patrimônio cultural de Tirana

Franc Golemaj

concurso literário

Nota de repúdio

O vencedor e os finalistas do mês

tempos da peste

A desumanização

A pandemia amplia a violência contra os presos (e os negros) no Brasil

Juliana Borges

tempos da peste

Será que entendemos?

O que a atual pandemia nos ensina sobre a nossa relação com a natureza

Kevin Berger

ficção

Domingo medonho

Era só vírus pandêmico e verme fascista cagando no seu dia

Reinaldo Moraes

chegada

Dois mil e vinte

George Orwell e o fascismo brasileiro

Fernando de Barros e Silva

despedida

Onde quer que eles estejam

No traço do artista gráfico Daniel Kondo, a homenagem da piauí a doze homens, quatro mulheres e um menino que se foram

Daniel Kondo

quadrinhos

O ano do rato

O período se apresenta com uma tendência levemente desesperadora

Reinaldo Figueiredo

colaboradores

Pomb [Capa] é artista visual e muralista.

 

Fernando de Barros e Silva [Dois mil e vinte, p. 7] é repórter da piauí e apresentador do Foro de Teresina. Ilustração de Allan Sieber.

 

Olegário Riporramar [The BolsozApp Herald, p. 13] é o sócio-fundador da rede social mais proctológica do Brasil. Seu ghost-writer é Roberto Kaz.

 

João Gabriel de Lima [Regina no país dos olavistas, p. 16], colunista de O Estado de S. Paulo, é professor do Insper e da Faap, e autor de O Burlador de Sevilha. Ilustração de Kleber Sales.

 

Adão Iturrusgarai [Cartuns a partir da p. 18], cartunista, edita o blog A Vida Como Ela Yeah e publica na Folha de S.Paulo.

 

Malu Gaspar [No parquinho das potências, p. 22], repórter da piauí e apresentadora do Foro de Teresina, é autora de Tudo ou Nada.

 

Rodrigo Mesquita [Uma nova imprensa, p. 26] é jornalista. Trabalhou no Jornal da Tarde e na Agência Estado. Desenvolve projetos de redes de informação e comunicação.

 

Reinaldo Figueiredo [O ano do rato, p. 32], humorista e músico, é um dos criadores do Casseta & Planeta.

 

Daniela Campello e Cesar Zucco [O jogo dos dois erros, p. 36]  são cientistas políticos e professores da FGV/Ebape, autores de The Volatility Curse, a ser lançado pela Cambridge University Press. Ilustração de Cris Vector.

 

Consuelo Dieguez [Caçadores de mentiras, p. 42], repórter da piauí, é autora de Bilhões e Lágrimas.

 

Giselle Beiguelman [Minha casa, meu cenário, p. 48], artista plástica e professora da FAU-USP, é autora de Memória da Amnésia: Políticas do Esquecimento.

 

Juliana Borges [A desumanização, p. 50] é escritora e consultora do Núcleo de Enfrentamento, Monitoramento e Memória de Combate à Violência da OAB-SP. Publicou Encarceramento em Massa. Ilustração de Caco Bressane.

 

Scott Sayare [O arauto da cloroquina, p. 54] é repórter e escritor. Artigo publicado originalmente na New York Times Magazine. Tradução de Sergio Tellaroli.

 

Kevin Berger [Será que entendemos?, p. 60] é editor da revista Nautilus, na qual o texto foi publicado originalmente. Tradução de Sergio Flaksman.

 

Pamela Santana [Tesão em quarentena, p. 64] é atriz. Seu diário foi escrito em colaboração com o jornalista Daniel Lisboa.

 

Roberto Andrés [A dupla exclusão, p. 68] é urbanista, professor da UFMG e editor da revista Piseagrama. Ilustração de Angeli.

 

Marcos de Azambuja [A geopolítica do “vírus chinês”, p. 74], diplomata, foi secretário-geral do Itamaraty e embaixador do Brasil em Buenos Aires e Paris.

 

Jamaica Kincaid [Antes do coronavírus, p. 79], escritora e professora na Universidade Harvard, é autora de At the Bottom of the River. Texto publicado originalmente na Paris Review. Tradução de Otacílio Nunes.

 

Flora Thomson-DeVeaux [A gestação do menino diabo, p. 80] é escritora, tradutora, brasilianista e diretora de pesquisa na Rádio Novelo. Ilustração de Caio Borges.

 

Goliarda Sapienza (1924-96) [Ancestral, p. 84], escritora, poeta e atriz italiana, autora de L’Arte della Gioia. Os poemas são parte do livro Ancestral, que a Âyiné lança em agosto. Tradução de Valentina Cantori. Ilustração de Giorgia Massetani.

 

Reinaldo Moraes [Domingo medonho, p. 86] é escritor, autor de Maior que o Mundo. Ilustração de Leandro Lima.

 

Daniel Kondo [Onde quer que eles estejam, p. 92] é artista gráfico.

 

Ilustrações de Quarentena por Andrés Sandoval.