Voz do milênio, de Vito Quintans

_185

Fevereiro 2022

COLABORADORES

Vito Quintans

[Capa] é artista plástico e assina a direção de arte do jogo virtual Lampião Verde – A Maldição da Botija. Consultoria de Nei Lopes e Cléa Maria Ferreira.

Guido Reni

(1575-1642) [Massacre dos Inocentes, p. 13], pintor italiano do período barroco. O quadro de 1611 retrata uma passagem do Novo Testamento sobre o infanticídio ordenado pelo rei Herodes.

Tom Gauld

[Cartuns a partir da p. 16], cartunista e ilustrador, é colaborador da New Yorker, do Guardian e do New York Times. No Brasil, lançou os livros Golias e Guarda Lunar (ambos pela Todavia).

Plínio Salgadário Ribamar

[Semana de Arte Reaça, p. 26] é curador-chefe do periódico mais heterofágico do Brasil. Seus ghost-writers são Roberto Kaz e Afonso Cappellaro. Imagens de Caio Borges.

Joe Miller

[Tropa de mensageiros, p. 34] é jornalista britânico. Uğur Şahin e Özlem Türeci, coautores, são médicos alemães. Capítulo do livro A Vacina, a ser publicado em março pela Intrínseca, com tradução de Mayumi Aibe, Natalie Gerhardt e Paula Diniz.

Bernardo Esteves

[Em busca dos primeiros, p. 48 e Quanto mais vida, melhor, p. 78], repórter da piauí, é autor do livro Domingo É Dia de Ciência (Azougue Editorial).

Allan Sieber

[Sim, eu fui cancelado!, p. 58], humorista, ilustrador, quadrinista e artista plástico, é autor de Perca Amigos, Pergunte-me Como (Mórula).

Ronald Augusto

[Poesia, p. 67], poeta e ensaísta, publicou A Contragosto do Solo (Demônio Negro) e edita o blog Poesia-pau. Os poemas e caligramas são do livro Scriptio Defectiva, a ser lançado em breve.

Antonio Geraldo Figueiredo Ferreira

[O aparelho, p. 72] é escritor. Publicou os romances as visitas que hoje estamos (Iluminuras) e siameses (Kotter). O conto é parte do livro inédito um treminhão na banguela cruzando sem freios o fusquinha da vida. Ilustração de Léo Ramos Chaves.

Monica Gugliano

[A foto, p. 7], jornalista, é colaboradora do Valor Econômico e foi repórter de política do Globo em Brasília.

Allan de Abreu

[A conexão, p. 14], repórter da piauí, é autor dos livros O Delator, Cocaína: A Rota Caipira e Cabeça Branca (todos pela editora Record). Luiz Fernando Toledo, coautor, é mestrando em jornalismo de dados pela Universidade Columbia e um dos diretores da Abraji. Colaborou Eduardo Goulart, jornalista e editor da seção Brasil no Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP). Foto de Raimundo Paccó.

Fernando Boletti de Lima

[Meu pai era um testa de ferro, p. 22] é comerciante. Depoimento a Ana Clara Costa, repórter da piauí. Ilustração de Kleber Sales.

Marcelo Casals

[O novo Chile, p. 30], acadêmico radicado em Santiago, no Chile, é PhD em história da América Latina pela Universidade de Wisconsin Madison. Artigo originalmente publicado na revista Dissent. Tradução de Rogerio Galindo.

João Batista Jr.

[O dono da voz, p. 42], repórter da piauí, publicou A Beleza da Vida: A Biografia de Marco Antonio de Biaggi (Abril).

Filipe Vilicic

[No jardim real, p. 54], jornalista e escritor, é diretor de criação da agência Virtù. Publicou, entre outros livros, O Clique de 1 Bilhão de Dólares (Intrínseca).

Pedro Meirelles

[Que suplício?!!, p. 62] é doutor em história pela UFRGS, especialista em história social do Brasil imperial.

Anita Rivera Guerra

[O longo exílio, p. 68] é doutoranda em português e espanhol pela Universidade Harvard e mestra em comunicação e cultura pela Escola de Comunicação da UFRJ.

Ilustrações de Esquina por Andrés Sandoval.