=igualdades

Evangélicos têm quase três vezes mais área construída em São Paulo que católicos

Amanda Gorziza, Daniel T. Ferreira e Renata Buono
05mar2021_17h58

Fundada pelos jesuítas, São Paulo se desenvolveu repleta de igrejas e, com o passar dos anos, a construção de templos cresceu exponencialmente. Os dados do IPTU mostram que, ao mesmo tempo que o número de igrejas católicas diminui ano a ano, há cada vez mais templos evangélicos. Na capital paulista, as igrejas evangélicas têm quase três vezes mais área construída (1.464.632 m²) que as católicas (549.408 m²).

Somado, o valor imobiliário aproximado das igrejas evangélicas foi de 4 bilhões de reais no ano passado; já o das católicas de 1,5 bilhão de reais. O maior templo evangélico da cidade é o Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus, com 99 mil m². 

*Nota metodológica: foram levados em conta apenas imóveis classificados como templos

Fonte: Dados do IPTU da cidade de São Paulo, compilados pelo Pindograma



Amanda Gorziza (siga @amandalcgorziza no Twitter)

Estagiária de jornalismo na piauí

Daniel T. Ferreira (siga @pindograma no Twitter)

É editor-chefe do Pindograma, site de jornalismo de dados, e estudante de História na Universidade de Stanford.

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

Bolsonaros cumprem quarentena

Enquanto o presidente sabota medidas para frear o coronavírus no país, seus parentes se beneficiam do lockdown em Eldorado, no interior paulista

Isolamento militar

Exército contrariou negacionismo de Bolsonaro, exigiu máscara, impôs distanciamento contra a Covid - e isso custou cargo a general

Foro de Teresina #145: Com fome, com sufoco, com tudo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Combate à corrupção exige democracia

Após extinção da Lava Jato, procuradores da força-tarefa no Rio fazem balanço, apontam erros e dizem que trabalho não acabou 

“Temos de cobrar dos governos vacina e informação”

Pesquisador da Universidade de Vermont faz sucesso ensinando como usar máscaras PFF2

Lei fura fila da vacina

Projeto que estimula vacinação privada divide o país entre quem tem direito e quem tem “mais direito”

Mais textos