festival

Festival Piauí de Jornalismo – Quando a imprensa se torna o adversário

Editor-executivo do site da piauí e curador do Festival, José Roberto de Toledo comenta o tema desta edição

27ago2019_17h33

Em tempos de radicalização política e avanço do autoritarismo, o Festival Piauí de Jornalismo aborda a reação de governos e governantes contra o trabalho dos jornalistas ao redor do mundo.

Sob o mote “Quando a imprensa se torna o adversário”, repórteres e editores da Europa, Estados Unidos, Oriente Médio e América Latina vão relatar os obstáculos interpostos por agentes do Estado e explicar como, a despeito disso, eles apuram e publicam suas reportagens.

O grau de dificuldade enfrentado pelos jornalistas varia da falta de acesso às autoridades até a necessidade de se exilar para poderem trabalhar.

Os oito convidados formam assim um painel diversificado, que mostra o estado da liberdade de imprensa em países com governos de direita e de esquerda, em democracias liberais e em ditaduras sob guerra civil.



O Festival Piauí de Jornalismo acontecerá nos dias 5 e 6 de outubro, na Faap, em São Paulo.

A venda de ingressos começa em setembro.

 

Leia Também

Relacionadas Últimas

A relevância do trabalho de Jane Mayer para a imprensa americana

Chefe da sucursal da revista The New Yorker em Washington, ela foi pioneira na cobertura da Casa Branca

Piotr Pacewicz e a defesa dos direitos humanos na Polônia

No Festival ele vai falar de jornalismo investigativo e a imprensa durante dominação comunista no país

A sentença de prisão de Pelin Ünker por fazer jornalismo na Turquia

Repórter foi acusada de calúnia e difamação por publicar reportagens que citava ex-primeiro ministro

Beatriz Adrián e o desafio da cobertura política na Venezuela hoje

Repórter foi detida ao cobrir a tentativa de prisão de Juan Guaidó

Acompanhe a transmissão ao vivo da segunda Maratona Piauí CBN de Podcast

Encontro está sendo transmitido em áudio e em vídeo nos sites e redes sociais da piauí e da CBN

A história e os bastidores do Foro de Teresina

Apresentadores relembram início do programa, que completa um ano esta semana

Conteúdo patrocinado e anunciantes estão entre os principais modelos de financiamento

Diretor da CBN diz que programas em áudio são caminho para formar novos ouvintes

Interação com o público ajuda a ganhar e manter audiência

Fidelidade de ouvintes pode se transformar em financiamento coletivo e ajudar a manter podcasts

Os desafios e a rotina de contar histórias em podcast

Roteiro capaz de amarrar narrativas é segredo para um bom programa; dificuldade de financiamento é cotidiana

Mais textos
3

Procura-se um presidente

Dependência virtual e extremismo de Bolsonaro precipitam corrida política no campo da direita

4

Lucrativa como chocolate

Ex-investidores de Wall Street e os herdeiros de Bob Marley disputam os bilhões da cannabis legalizada nos Estados Unidos

5

O labor de Papai Noel

Papai Noel demais em uma única noite de Natal

6

Temer estuda pedir Estados Unidos em casamento para Brasil não quebrar

Uma ideia ousada surgiu numa reunião de Michel Temer com seus assessores mais próximos nesta tarde. Moreira Franco sugeriu que “já está na hora de o Brasil arrumar um esposo” para não correr o risco de quebrar.

8

A hora mais escura – exigências da verdade

O filme dirigido por Kathryn Bigelow a partir do roteiro de Mark Boal tem duas fragilidades – a legenda na abertura e o close final de Maya, a analista da CIA interpretada por Jessica Chastain. Entre esses dois extremos, porém, há duas horas e meia de bom cinema.

9

Kennedy esquece quem pagou o seu carro

No momento em que se celebra os cinquenta anos de um dos eventos mais traumáticos do século XX, o assassinato do presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, o documento reproduzido nesta página permite evocar sua figura aos trinta e oito anos, quatro antes de ser eleito presidente dos Estados Unidos. Filho de um empresário milionário que havia sido embaixador dos Estados Unidos na Inglaterra logo antes da guerra, Kennedy, apelidado Jack, foi o presidente eleito mais moço e o primeiro e único católico.

10

Numa tentativa de reavivar a carreira, Belchior vai para o Canadá

OTTAWA – Atento à tendência algo declinante da própria carreira, o cantor Belchior decidiu inscrever-se num curso de intercâmbio no estado de Manitoba, Canadá. O artista partiu ontem e, segundo sua assessoria de imprensa, espera para breve uma onda de publicidade envolvendo o seu nome.