Igualdades

Funcionários sem fim

Emily Almeida e Renata Buono
29abr2019_09h55

Médias salariais altas, grande número de funcionários. As Assembleias Legislativas dos dois mais ricos estados brasileiros, São Paulo e Rio de Janeiro, estão entre as mais caras do país. Seus gastos também são altos se comparados a outras assembleias ao redor do mundo. Os Legislativos estaduais são o assunto da seção =igualdades desta semana.A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, a Alerj, tem 27 funcionários para cada 100 mil habitantes. Na Assembleia Estadual da Califórnia, a proporção é de três funcionários para cada 100 mil habitantes. Ou seja, para cada funcionário da Assembleia da Califórnia, a do Rio tem 9, proporcionalmente à população.

 

O valor gasto anualmente para pagar funcionários da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (435 milhões) equivale a quase 2 anos de despesas do estado com ensino superior (238,7 milhões em 2018).

Para cada servidor lotado no gabinete da presidência da Assembleia de São Paulo (15), há 9 na do Rio (138).

Em 2018, o custo médio mensal de um servidor ativo da Assembleia de São Paulo foi de 19 mil reais. O valor equivale a 3 salários médios de médicos admitidos no país durante o mesmo período.

O número de funcionários da Assembleia de São Paulo (3.159) corresponde a todos os empregados do setor de geração de energia elétrica no estado.

Embora a Assembleia de São Paulo tenha um número menor de servidores ativos (3 159) em comparação com a do Rio (4 706), seu gasto com funcionários é maior. Um servidor da Assembleia paulista ganha, em média, 2,4 vezes mais que um da Assembleia do Rio.

O gasto anual com servidores da Assembleia de São Paulo (718,5 milhões) seria suficiente para manter os funcionários da Assembleia Estadual da Califórnia (custo anual de 309.5 milhões) por 2 anos.

O gabinete da presidência da Alerj possui uma área de 500m². Se dividida pelo número de funcionários, seriam 3,6m² por pessoa, mesma densidade do estádio do Maracanã lotado. Segundo o vice-presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro, um espaço adequado teria pelo menos 4m² por pessoa.

 

Fontes: Alerj, Alesp, California State Assembly, Caged, Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro, Odebrecht e CAU/RJ.

Emily Almeida (siga @emilycfalmeida no Twitter)

É estagiária de jornalismo da piauí. Antes, trabalhou no jornal O Globo

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

leia mais

Últimas Mais Lidas

Para não sair do hospital no escuro

A diferença que faz, para os pacientes, receber seus dados sobre tratamento e alta hospitalar – como manda novo Código de Ética Médica

O governo inconstitucional

Professora de direito constitucional escreve que decreto de Bolsonaro fere a autonomia universitária prevista na Constituição

Foro de Teresina #51: Moro no STF, o sigilo de Queiroz e Flavio e os protestos contra o governo

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Ministro toma caldo no #TsunamiDaEducação

Maia viaja, governo escorrega e Centrão deixa Weintraub falando sozinho na Câmara enquanto protestos tomam conta do país

A javaporquice de Bolsonaro

Presidente opta pela pior oposição que poderia escolher e enfrenta protestos inéditos para um recém-empossado

Varda por Agnès – narcisismo encantador

Interação é a pedra angular na obra da cineasta

A escolinha anarcocapistalista do Ancapistão

Vacina e cinto de segurança são inimigos eleitos pelos ancaps, que já têm representante no governo Bolsonaro

Uma motosserra na mão e um projeto na cabeça

Proposta de Flávio Bolsonaro extingue reserva legal obrigatória; espaço sob risco de desmatamento equivale a seis vezes a área do estado de São Paulo

Mais textos
2

A escolinha anarcocapistalista do Ancapistão

Vacina e cinto de segurança são inimigos eleitos pelos ancaps, que já têm representante no governo Bolsonaro

3

A javaporquice de Bolsonaro

Presidente opta pela pior oposição que poderia escolher e enfrenta protestos inéditos para um recém-empossado

4

O governo inconstitucional

Professora de direito constitucional escreve que decreto de Bolsonaro fere a autonomia universitária prevista na Constituição

8

Foro de Teresina #51: Moro no STF, o sigilo de Queiroz e Flavio e os protestos contra o governo

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

9

Uma motosserra na mão e um projeto na cabeça

Proposta de Flávio Bolsonaro extingue reserva legal obrigatória; espaço sob risco de desmatamento equivale a seis vezes a área do estado de São Paulo

10

Para não sair do hospital no escuro

A diferença que faz, para os pacientes, receber seus dados sobre tratamento e alta hospitalar – como manda novo Código de Ética Médica