The Piauí Herald The Piauí Herald

Por Roberto Kaz e Afonso Cappellaro (sob a supervisão do jornalista Olegário Ribamar)

Dilma demite Fidel Castro

31jan2012_16h44

HAVANA – Irritada com a burocracia que enfrentou ao desembarcar em Cuba, a presidenta Dilma Rousseff discursou, por doze horas, na Praça da Revolução sobre os malfeitos comunistas. "A esquerda cubana ficou estacionada na década de 60. Onde estão as ONGs de cunho social? Onde estão os cargos comissionados? O Celso Amorim veio me dizer que aqui não há PMDB! Fiquei estarrecida! Precisamos andar para frente!", esbravejou. Raul Castro ainda tentou argumentar, mas a presidenta o interrompeu secamente com um “Meu querido.” Castro pulou imediatamente no mar e partiu nadando em direção à Flórida.

A noite se encerrou com um showmício de Rita Lee.

Sem dormir, Dilma reuniu Sarney, Michel Temer, Chalita, membros da CUT e do MST em Sierra Maestra para exigir uma Revolução. "Há que endurecer sem perder o Bolsa-Família jamais", disse a presidenta com um charuto no canto da boca.

Ao cair da tarde, Dilma logrou êxito em demitir Fidel Casto e o PMDB já ocupava todos os cargos de confiança de José Dirceu, o novo presidente-em-chefe cubano.



Leia também:

Obama exige que Infraero assuma programa nuclear iraniano

Anjos exigem de Deus mesmo tratamento de base aliada

ONG cria programa de milhagens para o Planalto

Dilma criará imposto para taxar corrupção

Ministério da Saúde quebra patente de Semancol

Base aliada anuncia construção de Museu da Corrupção

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.