Dilma cria Ministério da Sesta

02mar2012_17h00

EIXO MONUMENTAL – Para atender aos anseios patrióticos da base aliada e conseguir apoio para as eleições municipais, a presidenta Dilma Rousseff anunciou a criação de 148 novos Ministérios. "O Brasil precisa crescer. Precisamos dar essa demonstração de força para a população brasileira", disse, com firmeza. Em seguida, anunciou que cada Ministério passará a contar com, pelo menos, três Ministros. "Isso cria uma dinâmica muito interessante de diálogo. Além do mais, o que posso fazer se o PMDB cresceu mais do que a barriga do Ronaldo?".

Com a medida serão criados os Ministérios da Astrologia, da Gastronomia, da Filosofia, do Bem Estar, da Pedagogia e da Quiromancia. Serão também criadas as pastas das Baianas, das Rainhas de Bateria e dos Atores de Malhação. Dentre as novidades, os postos mais cobiçados até o momento foram os do Ministério da Sesta, que pretende implementar a dormidinha após o almoço em nove Estados, e o Ministério do Senhor. "Finalmente o governo entendeu nossa proposta de modernização do Estado", alardeou Michel Temer, enquanto dava uma cambalhota.

Fontes ligadas ao topete de Dilma garantem que a presidenta pretende, ainda, desmembrar pastas cobiçadas. "Participei de um grupo de estudos para quebrar o Ministério da Cultura em Ministério do Teatro & Dança, do Cinema, das Artes Plásticas, da Música, da Literatura e da Noitada & Pegação", explicou um senador alagoano, enquanto ensaiava uns passos ao som de Michel Teló.

Serra cogitou abandonar a candidatura para a prefeitura de São Paulo quando soube da criação do Ministério da Madrugada.

Leia também

Dilma criará Bolsa-Ministro

PT aprova existência de Deus

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.