Serra garante que não abandonará prefeitura para se candidatar a presidente dos Estados Unidos do Brasil

06mar2012_14h39

WASHINGTON DC – O candidato José Serra recorreu novamente ao cartório para reiterar seu compromisso com a população: "Está escrito! Black in the white! Eu, José Serra, brasileiro, bonito, dotado de notável carisma, me comprometo a não abandonar a prefeitura de São Paulo para concorrer ao cargo presidente dos Estados Unidos do Brasil em 2014". O texto foi lido pausadamente, em tom professoral, enquanto erguia uma folha de papel cheia de autenticações em várias línguas.

Convocados por Geraldo Alckmin para presenciar o compromisso público de José Serra, os secretários do governo não apareceram. "Se fosse para apoiar o Aécio vinha todo mundo", irritou-se o governador. Em seguida, fez uma chamada nominal e uma arguição surpresa para os correligionários presentes: "Quantos estabelecimentos participam da restaurant week?", perguntou, com o dedo em riste, mirando uma senhora que passeava com um poodle. "Como funciona o Poupa Tempo?", gritava, enquanto sacudia um estudante. A seguir, Alckmin mandou abrir uma licitação para a compra de um lote de "sandálias da humildade", com as quais pretende presentear cada um dos seus secretários.

Serra teve que ser retirado às pressas do local quando um funcionário do cartório amassou um papel com anotações e jogou-o na lixeira a cinco metros do pré-candidato. "Só eu sei o quanto doem essas bolinhas. Isso é coisa de petista infiltrado na Receita Federal", disse, enquanto corria para um local seguro.

O colunista Gualberto Desmentein, presidente da ONG Pequenas Crianças, Grandes Negócios, apresentou uma carta em inglês, assinada por 47.383 baixinhos, na qual exige que Serra prometa que não vai se candidatar a prefeito de Nova York na próxima eleição. A assessoria do tucano disse que ele ainda vai estudar o documento. Um tucano herdeiro da família Matarazzo que não quis se identificar disse que Serra, ao ver o papel, apenas suspirou: Yes, I can!" .

Ao final do dia, Serra reuniu os assessores e pediu para ser entrevistado na bancada do Jornal Nacional por Fátima Bernardes. Ao ser informado que a apresentadora foi substituída por Patricia Poeta, retrucou: "Mudou?"

Leia também

Serra exige final contra o Vasco

Aécio pego em blitz com partido desgovernado

Encontrada caixa preta do PSDB

Kassab apoiará Kassab

Falsa grávida abrigava candidatos tucanos

PSDB lança Ave Maria Tucana

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.