Exames clínicos de Lula mostram que oposição desapareceu

29mar2012_14h58

SÃO BERNARDO – O Hospital Sírio-Libanês informou nesta quinta-feira (29) que os exames realizados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mostram "ausência total de forças de oposição ao PT". O cardiologista Roberto Kalil Filho, que coordenou o tratamento, ponderou, no entanto, que "o resultado só poderá ser classificado como definitivo se a oposição não reaparecer pelos próximos 5 anos, o que é muito provável".

Em nota, pesquisadores da USP fizeram um alerta: "Identificamos uma mutação alarmante em células da base aliada, que poderiam se transformar em células de oposição dentro do governo. É um caso novo, ainda não estudado pela medicina petista moderna".

Ao tomar conhecimento da nota, o vice-presidente Michel Temer afetou certo espanto: "Nossa, que curioso", disse, com as maõzinhas cruzadas. Procurados, o governador Eduardo Campos (PSB) e Gilberto Kassab (PSD) disseram desconhecer o estudo. "Não sejamos precipitados: as células não são de direita, não são de centro, não são de esquerda", vaticinou o prefeito.

Kalil, no entanto, foi enfático: "O Lula é imune a esse tipo de mutação anômala desde que nasceu".

Leia também

Base aliada exige uma Marcela Temer para cada parlamentar

UNESCO declara PSDB bem imaterial de Higienópolis

PMDB pleiteia Oscar de coadjuvante

Tucanos à beira da extinção, alerta Ibama

Arquivo
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.