Patrícia Poeta nega ser pé-frio

13mar2013_18h47

VATICANO – Escalada pelo Jornal Nacional para fazer a cobertura in loco do conclave, Patrícia Poeta rechaçou a fama de pé-frio: "Foi no tapetão. Cartas marcadas", justificou, enrolada num cachecol listrado de verde e amarelo. "Enquanto éramos eu, Bonner e Fátima, a Argentina sempre passou longe daqui", disse Ilze Scamparini. "Imagina na Jornada Mundial da Juventude!", soltou.

Muito abalada com a indicação do cardeal Bergoglio para papa, a diretoria de jornalismo da Rede Globo iniciou um conclave no Projac para definir as próximas viagens internacionais de Poeta. "O que sabemos até agora é que Patricia Poeta cobrirá o equinócio da primavera chinesa durante a Copa do Mundo de 2014", anunciou Ali Kamel.

Convocado para para cobrir o conclave, a polêmica do pastor Feliciano no Congresso e o velório de Hugo Chávez ao mesmo tempo, Marcos Uchôa enviou uma sugestão de pauta à colega: "Patrícia, o programa nuclear norte coreano está bombando", escreveu.

Leia também

"De brasileirum est mais gostosum", diz novo papa

Pedro Bial anunciará novo Papa

Deus pune Vaticano e novo Papa terá que pregar com Praça de São Pedro vazia

Vaticano terá Ficha Limpa em próximo conclave

Renúncia do Papa provoca ressurreição de Humberto Gessinger

Ilze Scamparini pode estar por trás de renúncia do Papa

Serra transfere domicílio eleitoral para o Vaticano

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.