The Piauí Herald The Piauí Herald

Por Roberto Kaz e Afonso Cappellaro (sob a supervisão do jornalista Olegário Ribamar)

FIFA exige padronização de protestos contra a Copa

29abr2013_17h01

ZURIQUE – Após padronizar as redes das balizas, a espessura da grama, o grito de gol e os xingamentos aos juízes, a Federação Impessoal de Futebol Automatizado, FIFA, enviou uma cartilha para ativistas e descontentes. "A partir de agora, aqueles que desejarem protestar contra a Copa também devem atender ao padrão FIFA", explicou Jérome Valcke, enquanto uniformizava os cantos das torcidas de acordo com as escalas europeias.

Em seguida, mostrou uma cartilha com o tamanho padronizado para cartazes e faixas, recomendando o uso de material reciclado. "Os cartazes devem ter 20 por 40 centímetros, e as faixas não podem ultrapassar um metro", diz o texto. Nas páginas seguintes, a entidade elencou as palavras de ordem permitidas. "As reuniões de descontentes devem obrigatoriamente ter a presença de representantes de todas as minorias da sociedade brasileira; ao mesmo tempo, não podem ultrapassar 30 pessoas", exigiu o secretário geral da entidade máxima do entretenimento.

No final, de maneira padronizada, Valcke anunciou que os cambistas, flanelinhas e vendedores ambulantes passarão por processo de pasteurização. "Todos passarão por uma homogenização industrial, auditada pela Price Waterhouse e Coopers, para ficarem parecidos com o Luciano Huck", adiantou.

Leia também



Clássico entre Congresso e Supremo abrirá o Maracanã

Brasil alugará Alemanha para a Copa do Mundo

Lei Geral da Copa proíbe jogos narrados por Galvão Bueno

Ronaldo será tatu-bola na Copa

Cabral demolirá Tijuca para construir estacionamento para a Copa

Obras na Aldeia Maracanã não ficarão prontas para a Copa

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.