Cabral importará 30 mil policiais cubanos

19jul2013_12h38

ANGRA DOS REIS – Em entrevista coletiva concedida há pouco, o governador Sérgio Cabral culpou grupos internacionais pelo vandalismo no Leblon. "A CIA e a NSA me informaram que os illuminati, a maçonaria e os carbonários estão por trás dessas barbáries. Criei um gabinete emergencial de Inquisição para punir os desordeiros", anunciou.

Em seguida, o governador anunciou medidas para combater vândalos infiltrados dentro e fora de seu governo. "Inspirados na bem sucedida iniciativa do Ministério da Saúde, vamos importar 30 mil policiais cubanos, 3 mil soldados norte-coreanos e 5 mil agentes da CIA. Também abrimos uma licitação para empresas interessadas em gerenciar o nosso gabinete de crises", explicou, esbaforido, limpando o suor com um guardanapo nacional.

Descontrolados, manifestantes alegaram que Cabral se recusa a ouvir a voz que vem das ruas. "Queremos o fim do Nextel com viva voz, o fim da buzinadinha marota assim que o sinal de trânsito fica verde e a descriminalização do ketchup na pizza", exigiu Rafucko.

Em sintonia com as demandas brasileiras, o Vaticano anunciou que instalará confessionários na Alerj, no gabinete de Cabral e na IMX durante a Jornada Mundial da Juventude.

Leia também

TV Globo adquire direitos de transmissão dos protestos em 2014

Jacob Barata será acionista do Papamóvel

Beltrame anuncia UPP na PM

Eike Batista pede milagre ao Papa Francisco

Arquivo
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.