The Piauí Herald The Piauí Herald

Por Roberto Kaz e Afonso Cappellaro (sob a supervisão do jornalista Olegário Ribamar)

Reeleita, Dilma nomeia Lula para presidente

27out2014_16h21

SUCUPIRA – Após responsabilizar Lula pela reeleição, pela ressurreição de Cristo e pelos figurinos impecáveis de Downton Abbey, Dilma Rousseff discursou sobre as prioridades de seu novo governo. "Em primeiro lugar, tenho que retribuir a tirada desse menino José Simão. A frase sobre o ‘meu banho, minha vida‘ me rendeu 10 milhões de votos. Publicarei, no Diário Oficial, a criação do cargo de esculhambador-geral da república", salientou, enquanto agradecia a Lula pelo sanduíche de mortadela do Mercado Municipal de São Paulo.

Em seguida, nomeou Lula para presidente. "O poder não aceita o vazio. Já cumpri o meu papel. A partir de agora serei o Lula do Lula", explicou a mandatária, levantando-se da cadeira. Orientada por João Santana, antecipou sua nova equipe para acalmar os mercados. "Para o Ministério das Comunicações, nomeio o querido Gregorio Duvivier. Para a Secretaria de Relações Institucionais, vamos de Xico Sá", enumerou. "Governo novo, ideias novas", disse, piscando para Aloizio Mercadante, que cofiava os bigodes.

Logo após a divulgação dos resultados oficiais, Michel Temer foi visto abraçado com Renan Calheiros e Henrique Alves aos gritos de "Acaboooou!! Acabooou! É teeeeeeeeta! É teeeta!". Segundo Merval Pereira, a comemoração joga nova luz sobre o escândalo da Petrobras.

Leia também



Dilma lança o PAC 3%

Dilma teve mais votos na base aliada do que em São Paulo

Petrobras lança cartão fidelidade para a base aliada

Institutos de pesquisa alteram margem de erro para 40%

"Eleitores de Marina migraram para Galápagos", diz diretor do Datafolha

Inspirado em Marina, Lula promete dar autonomia a Dilma

Teste: qual a sua orientação política?

Dilma cria o Ministério do Louvor

Arquivo
  • 2021
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.