Taxistas ameaçam motoristas do Uber com opiniões sobre política

03fev2016_16h29

SÃO PAULO – Cada vez mais destemperados com a ascensão do Uber, taxistas se organizaram para tomar medidas verdadeiramente violentas. “Chegamos ao limite! Não dá mais para competir com esses almofadinhas que oferecem balinhas aos passageiros. Temos que tomar uma medida drástica”, desabafou Agnaldo Pereira, taxista há 31 anos, em mensagem gravada no WhatsApp. Em seguida, em tom desesperado, Agnaldo completou: “Vamos parar esses motoristas de Uber à força e despejar opiniões sobre política em cima deles! De preferência, criticando a roubalheira petista e enaltecendo as obras de Maluf”, concluiu, exausto.

Taxistas cariocas aderiram ao movimento de repúdio ao Uber e exigiram um projeto de lei que obrigue os carros pretos a circularem apenas pelas ladeiras de Santa Teresa. “Quero ver se esse Uber dura uma semana depois dessa”, desafiou Romero Barbosa, líder da categoria.

Em linha com o movimento dos taxistas, dezenas de vendedores de enciclopédia organizaram um ato para hostilizar internautas que, em suas pesquisas, acessam a Wikipedia.

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.