PMDB decide apoiar Obama e Raúl Castro

23mar2016_16h48

HAVANA – Em viagem oficial a Cuba, a cúpula do PMDB ressaltou seu desejo de unidade latino-americana. “Viemos aqui declarar nosso apoio incondicional a Raúl Castro e Barack Obama”, discursou Michel Temer, que vestia camisa com uma estampa em que Che Guevara beija Donald Trump.

Ciente do iminente fim do regime castrista, Temer negociou a participação do PMDB em uma possível reabertura democrática. “Tenho que arrumar logo algum ministério para o José Serra. Só assim ele vai sair do meu pé”, confidenciou a um amigo em uma ligação grampeada pela KGB em parceria com o FBI.

Após horas sem lograr êxito na estratégia de expansão latino-americana do fisiologismo peemedebista, Temer liberou Eduardo Cienfuegos Cunha para iniciar a revolução pelo impeachment de Raúl Castro.

Arquivo
  • 2021
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.