The Piauí Herald The Piauí Herald

Por Roberto Kaz e Afonso Cappellaro (sob a supervisão do jornalista Olegário Ribamar)

Fila em aeroporto é tombada pelo Iphan como patrimônio imaterial da humanidade

18jul2016_13h17

BRASIL PROFUNDO ─ O Diário Oficial da União publicou o decreto do presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Olegário Van Der Vaart Rosa e Silva Ribamar, que transforma a fila de aeroporto em bem imaterial da humanidade. A medida foi tomada em caráter urgente, em função do novo protocolo de inspeção adotado pela Infraero durante o período da Olimpíada. Inaugurado hoje, o protocolo já fez as filas em aeroportos voltarem ao período do caos aéreo.

“A fila está entranhada no DNA do povo brasileiro”, explicou Van Der Vaart Rosa e Silva Ribamar. “É fila no banco, fila no mercado, fila para comprar bilhete de Mega-Sena acumulada.”

Van Der Vaart Rosa e Silva Ribamar detalhou o pensamento que norteou a escolha da fila para o tombamento imaterial. “A fila é símbolo de democracia e de resistência ao imperialismo. Digo democracia porque é na fila que acontece o verdadeiro encontro de classes. E imperialismo porque, se todos pagassem suas contas pela internet, não haveria fila e os capitalistas ianques que controlam a rede lucrariam ainda mais do que lucram.”

Pelo decreto, a fila passa agora a acompanhar o frevo, o xaxado, o bolo de rolo, o samba, o pão de queijo, o acarajé e a obra de Romero Britto na lista de bens resguardados pelo Iphan. O instituto também tem estudado a viabilidade de tombar o pagamento de propina em contratos entre empreiteiras e estado. “A Refinaria de Abreu e Lima ainda será um símbolo de orgulho nacional”, disse Ribamar.



Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.