Sérgio Cabral e Eduardo Cunha trarão da Suíça todo ouro, prata e bronze da Olimpíada

02ago2016_17h01

Após convocar encanadores e eletricistas para realizar os últimos reparos na cerimônia de abertura dos Jogos, o prefeito Eduardo Paes divulgou com exclusividade ao piauí Herald o roteiro da cerimônia.

ATO I – Cabral descobre o Brasil

Sérgio Cabral abrirá a cerimônia em uma caravela construída por um consórcio formado por Odebrecht, OAS e Delta. Em vez de Portugal, a embarcação partirá de Paris e fará escala na Suíça – onde receberá a ilustre presença de Eduardo Cunha. Ele e Cabral trarão, na bagagem, todo o ouro, prata e bronze da Olimpíada. A caravela seguirá em linha reta pelo gramado do Maracanã rumo a um imenso lava-jato.

ATO II – Heróis Brasileiros

Um grande mosaico com o rosto do japonês da Federal se formará na arquibancada. Alexandre Frota entrará no gramado exibindo uma imensa tocha entre as pernas enquanto Michel Temer recitará poemas pelo sistema de som. Saindo dos escombros de uma ciclovia desabada, Eduardo Paes assumirá os holofotes e, com os trajes típicos de Maricá, decretará mais 10 feriados.

Em seguida, o anel superior do Maracanã assumirá o formato de uma gigantesca tornozeleira eletrônica.

ATO III – BOAS-VINDAS

Para recepcionar as delegações de todos os países, uma decoração com fios expostos, vazamentos e princípios de incêndio será exibida. Figurantes vestidos de traficantes sacarão revólveres e metralhadoras e atirarão a esmo, promovendo uma chuva de balas perdidas.

Marcelo D2, com um isqueiro, acenderá, tragará e passará a pira olímpica. Em seguida, será detido e esculachado por PMs no gramado.

ATO IV – O PAÍS DO FUTURO

Numa ação espetacular da Polícia Federal, Lula será preso.

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.